04/04/2016 iGUi Ecologia 0Comment

Troca de equipe.

Nesta fase final da expedição, a última dupla chegou ao Atol para fazer o monitoramento das tartarugas marinhas. Lorena Galletti e Mariana Burato já estão realizando a microchipagem a todo vapor.

A Lorena é oceanógrafa formada pela Universidade Federal do Espírito Santo (2007) e mestre em Ciências Marinhas Tropicais pela Universidade Federal do Ceará (2010). Ela desenvolveu pesquisas com foco na interação entre organismos marinhos e parâmetros ambientais, bem como manejo e conservação de recursos pesqueiros marinhos. Realiza serviços de licenciamento e monitoramento ambiental marinho de plataformas de petróleo, com destaque para o Projeto de Monitoramento de Praias das bacias do Espírito Santo e norte da bacia de Campos, cujo escopo inclui o resgate, a reabilitação e a necropsia de quelônios, aves e mamíferos marinhos.

A Mariana é graduada em Ciências Biológicas (Licen-Bacharel-2015) pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Possui experiência como Bióloga, principalmente na área de Biologia Marinha desde 2015, atuando como educadora ambiental, em monitoramento de praia, área de reprodução de tartarugas marinhas e reabilitação de tartarugas marinhas. Atualmente é bióloga responsável pelos cursos oferecidos na empresa BW Consultoria Veterinária.

Uma curiosidade desta temporada foi o baixo número de fêmeas adultas encontradas em comparação com a temporada anterior… menos que a metade! Não sabemos exatamente quantas fêmeas fazem a desova na ReBio Atol das Rocas. Acreditamos que teremos um melhor direcionamento a partir do ano que vem, quando possivelmente as fêmeas da temporada passada voltem para desovar!