25/10/2017 iGUi Ecologia 0Comment

A ONU meio ambiente lançou a campanha Mares Limpos em fevereiro de 2017, com o objetivo de envolver os governos, o público em geral, a sociedade civil e o setor privado na luta contra a lixo plástico marinho. Nos próximos cinco anos, serão abordados a causa do plástico marinho visando a produção e o consumo de plástico de uso único. Para fazer isso efetivamente, indivíduos, grupos da sociedade civil, indústria e governos, serão envolvidos visando transformar hábitos, práticas, padrões e políticas em todo o mundo para reduzir drasticamente o plástico marinho e os danos que ele causa.

No dia 19 de setembro o Brasil anunciou, oficialmente, seu apoio à campanha Mares Limpos, em uma reunião paralela da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, entre o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, e o chefe do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Erik Solheim.

Até agora 30 países estão ajudando a superar as grandes quantidades de lixo plástico que estão degradando nossos oceanos e colocando em perigo a vida que eles sustentam. Os países e todos os membros da campanha Mares Limpos  representam cerca de 40 por cento das costas do mundo. Eles estão elaborando leis, estabelecendo reservas marinhas, banindo sacolas plásticas e coletando os resíduos em praias e recifes.