15/06/2018 iGUi Ecologia 0Comment

O oceano é cheio de mistérios, criaturas e paisagens bem diferentes do que costumamos ver no nosso dia a dia, por isso frequentemente nos deparamos com algumas fotos que ficamos na dúvida se é verdade ou mentira. Os “buracos azuis” são bons exemplos de coisas que ao ver uma foto nos perguntamos: isso é mesmo verdade? E, o nome será esse mesmo? Sim… em inglês é chamado de “Blue Hole” e possuem esse nome devido a sua rica coloração azul escura, um enorme contraste com as águas subaquáticas que os cercam. Melhor descrito como cavernas submarinas, essas formações abrem-se com entradas subaquáticas e se estendem abaixo do nível do mar. Buraco azul no Egito

Considerados falhas geológicas, eles estão presentes em diferentes pontos dos oceanos. Por conta de suas qualidades térmicas e condições de segurança, eles atraem grande diversidade de vida marinha. Eles se formaram durante as eras glaciais passadas, quando os níveis do mar eram muito mais baixos. Com o tempo, a chuva e o desgaste químico dissolviam o calcário, formando buracos com grandes cavernas abaixo.

O Grande Buraco Azul, em Belize (no Caribe) é o mais famoso deles e se estende por 123 metros no sentido vertical. Tanta fama se deve à forma perfeitamente redonda de sua entrada, com cerca de 305 metros de diâmetro. Mas podemos encontrar buracos azuis na Austrália, Egito, Bahamas e outros lugares. Por se tratar de locais com grande diversidade marinha são atrativos turísticos, principalmente para mergulhadores no mundo todo.

Buraco Azul da Grande Barreira de Coral Filmado Pela Primeira Vez

Buraco azul na Australia