25/07/2016 iGUi Ecologia 0Comment

Todos sabem da importância da água para os seres vivos. Ela é um solvente universal que permite a realização de inúmeras reações bioquímicas e constitui os líquidos dentro e fora das células, por isso o corpo de um animal possui quase 70% de água. Porém, uma vez que todas essas funções citadas são atribuídas à água doce, como os animais de água salgada sobrevivem?

OrcaA forma de ingestão de água pelos animais marinhos é semelhante à nossa: eles ingerem água ativamente, através da alimentação (água contida nos alimentos ingeridos) e passivamente quando abrem a boca para comer, por viverem rodeados de água. O produto final da digestão é a água. Por isso uma baleia nunca bebe água doce! O peixe-boi é uma exceção, ele bebe água doce proveniente do solo marinho.

O excesso de sal ingerido é excretado por diversos mecanismos, como através de células especiais presentes nas brânquias dos peixes. Os rins também cumprem esse papel e possuem diferenças em relação aos nossos: são menores para evitar a perda de água, fazendo com que a urina seja mais concentrada (mais sais minerais e menos líquido). No golfinho, o rim é caracterizado por diversos rins pequenos, ou seja, eles possuem, na verdade, um aglomerado de rins. Existe ainda a glândula de sal, uma estrutura específica para eliminar o sal do organismo presente em aves e répteis marinhos. Nas aves essa glândula fica na cavidade nasal e nas tartarugas marinhas nos cantos dos olhos. As tartarugas marinhas possuem uma “lagrima” nos olhos, isso nada mais é do que o excesso de sal sendo eliminado do corpo!