24/12/2017 iGUi Ecologia 0Comment

desperdício

As festas de fim de ano são marcadas por grandes comemorações em família geralmente ao redor de uma mesa cheia de comida. É bem comum o exagero nessas situações e no final da festa uma parte dessa comida acaba indo parar no lixo. O hábito de desperdiçar alimentos esgota os recursos naturais e aumenta nossa pegada ecológica e hídrica. É fato que uma parte dos alimentos é desperdiçada antes mesmo de chegar na nossa casa, durante a colheita, o transporte e o armazenamento, porém de acordo com a ONG Banco de Alimentos (organização que busca combater a fome e o desperdício de alimentos), são desperdiçados mais de meio quilo de alimento por dia por cada brasileiro.

Quanto mais alimento jogado fora, mais caro ele fica. Um relatório feito em 2013 apontou que, em escala mundial, o desperdício de alimentos custa 750 bilhões de dólares por ano. Além das consequências econômicas o impacto do desperdício de alimentos do meio ambiente é enorme. A produção de alimentos requer o uso de muitos recursos naturais e implica na morte de uma multidão de animais e plantas por causas diretas e indiretas. Se o alimento é perdido, a biodiversidade foi desnecessariamente empobrecida, os recursos naturais foram usados para nada e os animais e plantas foram sacrificados em vão. Além disso boa parte dos agrotóxicos, água, terras, fertilizantes, desmatamento, transporte, gastos de energia e petróleo para a produção de máquinas e combustíveis empregados em todos processos da agropecuária é utilizada em vão. alimentos lixo

A ONU Meio Ambiente estima que o desperdício de alimentos consome 21% de água doce, 19% dos fertilizantes e 18% das terras cultiváveis. Além disso, a decomposição de comida perdida ou desperdiçada emite grandes quantidades de metano e gás carbônico, que estão entre os principais gases estufa, os desencadeadores do aquecimento global e ocupa 21% do volume dos aterros sanitários.

Podemos evitar esse desperdício com medidas simples: sempre que possível optar por alimentos produzidos localmente, uma vez que estes não sofrem (ou sofrem menos) as perdas do transporte e da degradação, estar sempre atento a data de validade dos produtos e evitar que alimentos esquecidos no armário sejam jogados fora e fazer a compostagem do lixo orgânico diminuindo o volume dos aterros. Fique atento nas festas de final de ano!

A iGUi Ecologia deseja a vocês um excelente natal e sem desperdícios!!!

alimentos no lixo