12/06/2018 iGUi Ecologia 0Comment

O e-Cycle ou economia circular propõe uma mudança em toda a nossa maneira de consumir, da matéria-prima até o produto final, com a destinação dele para ser utilizado na matéria prima inicial.

Se pararmos para refletir, na natureza nada é perdido ou desperdiçado. Um animal morto na praia é alimento para outros e assim o ciclo continua, a energia não é desperdiçada. Porém o Homem não consegue manter essa harmonia, ou seja, esse ciclo, e muito é desperdiçado, subutilizado ou até mesmo perdido.

O sistema e-cycle agregou diversos conceitos, como:

  • Design regenerativo – Consiste em usar o design para desenvolver produtos com menos impacto e mais consciência;
  • Economia de performance – extensão da vida do produto, bens de vida longa, atividades de recondicionamento e prevenção de desperdício;
  • Cradle to cradle (do berço ao berço) – focado no design para a efetividade em termos de produtos com impacto positivo e redução dos impactos negativos da comercialização através da efetividade;
  • Ecologia industrial – estudo dos fluxos de materiais e energia nos sistemas industriais;
  • Biomimética – nova disciplina que estuda as melhores ideias da natureza e então imita esses designs e processos para solucionar os problemas humanos;
  • Blue economy – baseia-se em soluções determinadas por seu ambiente local e suas características físicas/ecológicas, colocando a ênfase na gravidade como a fonte primária de energia;
  • Biologia sintética para desenvolver um modelo estrutural para a regeneração da sociedade.

Na economia circular os resíduos são os insumos (cada um dos elementos necessários para produzir mercadorias ou serviços, como: matéria-prima, equipamentos, capital, horas de trabalho etc.) para a produção de novos produtos. Ou seja, se na natureza os animais mortos são alimentos para outros animais e o ciclo se renova porque não o fazer na prática industrial? Uma peça de eletrodoméstico usada poderia ser reprocessada e reintegrada a cadeia de produção como um componente ou matéria prima para a fabricação de outro material. O e-cycle vai além dos 3 “Rs”, reduzir, reutilizar e reciclar.

Então a economia circular faz com que os materiais permaneçam o maior tempo possível na economia, ou seja ele pode ser compartilhado e ter a sua utilização ampliada. A economia circular parte da proposta de desconstruir o conceito de resíduo com a evolução de projetos e sistemas que privilegiem materiais naturais que possam ser totalmente recuperados.

Será que precisamos dessa economia circular?? Vamos as contas: cada brasileiro produz quase 1 kg de lixo por dia e temos mais de 200 milhões de habitantes, portanto são mais de 183 mil toneladas por dia em todo o país!!! Além disso, exploramos desordenamente nossos recursos naturais, não possuímos o controle e nem conseguimos fiscalizar, causando um esgotamento de matérias-primas.

O que você acha?