27/06/2017 iGUi Ecologia 0Comment

Fracking, denominação em inglês para fraturamento hidráulico, é um método não convencional que possibilita a extração de combustíveis líquidos e gasosos do subsolo. Esse método é empregado principalmente para extração do gás natural do folhelho pirobetuminoso de xisto, uma rocha sedimentar que existe em vários lugares do mundo. A presença de hidrocarbonetos nesse tipo de rocha é conhecida há várias décadas, mas até 1990 ninguém sabia como extraí-los. O fracking mudou esse panorama e está possibilitando a extração em locais que antes eram inviáveis.FRACKING

Para extrair o gás uma perfuração profunda de um poço vertical é realizada, no qual uma vez alcançada a profundidade desejada, a broca é girada 90° em sentido horizontal e continua perfurando uma distância de 2000 a 3000 metros. A seguir uma mistura de água e substâncias penetrantes e químicas é injetada no terreno sob alta pressão para ampliar as fissuras existentes no substrato rochoso. A grande pressão provoca explosões que fragmentam a rocha. Para que o buraco não se feche novamente, são injetadas enormes quantidades de areia, que supostamente evitam que o terreno ceda ao mesmo tempo em que permite, por sua porosidade, a migração do gás a ser extraído. O processo pode criar novos caminhos para a liberação de gás ou pode ser usado para ampliar os canais existentes.

Os danos ambientais que causados por essa técnica são enormes. Para cada poço são utilizados aproximadamente 7,8 a 15,1 milhões de litros de água. A água levada para os poços é misturada com areia e produtos químicos. Cerca de 151 mil litros de produtos químicos são usados ​​por fraturamento. Até 600 produtos químicos são usados, incluindo substâncias cancerígenas e toxinas conhecidas, tais como urânio, mercúrio, metanol, rádio, ácido hidroclorídrico, formaldeído e muitas outras. Os produtos químicos potencialmente cancerígenos usados podem escapar e contaminar as águas subterrâneas em torno do local. No Brasil, há um risco de contaminação ainda maior: as principais jazidas de gás no Paraná estão debaixo das rochas do aquífero Guarani, o maior do mundo.

Existem mais alternativas para o fornecimento de energia sem prejudicar o meio ambiente….