26/05/2017 iGUi Ecologia 0Comment

Geleira, ou glaciar, é uma enorme massa de gelo que pode demorar até 30 mil anos para se formar totalmente. As geleiras se formam em locais onde o acúmulo de neve no inverno é maior do que o derretimento no verão e ocorrem principalmente nos polos da Terra. O processo de formação das geleiras é simples, quando as temperaturas se mantêm abaixo do ponto de congelamento as moléculas da água vão congelando e cristalizando e o gelo formado é depositado em camadas podendo atingir grandes espessuras. Quanto mais camadas maior é a pressão  e, sob pressão temos a formação de gelo duro e espesso semelhante a uma rocha. À medida que os blocos de gelo espaçados sofrem um reagrupamento eles se recristalizam em uma massa sólida. O gelo originário dessa atividade passará a ter uma temperatura de fusão extremamente baixa.

As geleiras podem ser divididas em 10 tipos básicos, de acordo com seu tamanho e a relação que mantém com a geografia do local:

-Glaciar alpino: Encontram-se em montanhas ocupando o fundo do vale.

-Glaciar de vale: São em forma de círculo e são encontrados aos pés de um pico montanhosoGlaciar visto de perto

-Glaciar suspenso: Encontram-se junto à parede de uma montanha.

-Glaciar regenerado: Depende fundamentalmente da queda  de pedaços de um glaciar suspenso.

-Glaciar de círculo: Rodeado por montanhas.

-Glaciar de piemonte: É uma variedade de glaciares de vale que atinge a planície aos pés da cadeia montanhosa.

-Glaciar costeiro: Uma parte do glaciar atinge o mar ou oceano.

-Glaciar continental: Esses glaciares são muito extensos e espessos que o relevo tem pouca incidência sobre sua morfologia.

-Calota glaciar: Massa de gelo que cobre uma área menor do que 50.000 km²

-Inlandsis: Massa de gelo que cobre uma área maior do que 50.000 km²

As geleiras são de extrema importância para toda a Terra pois são os maiores reservatórios de água doce e perde em volume total de água apenas para os oceanos.

Você sabia que o Chile e a Argentina possuem geleiras?