21/07/2017 iGUi Ecologia 0Comment

Um iceberg considerado um dos 10 maiores já registradosUm iceberg considerado um dos 10 maiores já registrados, se desprendeu da plataforma de gelo Larsen C na Antártica no dia 12 de julho deste ano. Essa plataforma estava sendo monitorada desde 2014 por cientistas das universidades de Swansea e de Aberystwyth, no País de Gales, e do Instituto de Pesquisa Antártico Britânico. O progresso da rachadura na plataforma de gelo estava sendo monitorado por meio de sistemas de imagens que eram capazes de captar mudanças na geografia da região mesmo durante os períodos escuros e nebulosos do inverno antártico.

O iceberg possui um trilhão de toneladas e 5.800 quilômetros quadrados, equivalente a área do Distrito Federal, e a espessura do gelo tem 350 metros. Esse desprendimento deve mudar a geografia da Península Antártica e coloca em risco de desprendimento toda a plataforma Larsen C. Apesar de estar localizada em uma área longe da rota comercial de navios existem muitos navios de cruzeiro que utilizam essa região para navegar e se pedaços de gelo se desprenderem podem ir para áreas mais movimentadas, aumentando o risco de impacto.

Um iceberg considerado um dos 10 maiores já registradosNão há evidências concretas de que o aquecimento global tenha provocado esse desprendimento, mas é possível que tenha acelerado essa ruptura. Por serem pedaços de gelo sobre o oceano é comum pedaços de desprenderem, como aconteceu. Os cientistas temem que a perda dessas plataformas ao redor do continente permita que, futuramente, geleiras internas se mexam mais rápido em direção ao mar, à medida que as temperaturas aumentem devido às mudanças climáticas.

“Se o iceberg não se desprender nos próximos meses, ficarei espantado. Ainda que o impacto imediato não atinja os mares, trata-se de um grande evento geográfico que mudará a paisagem do continente gelado”, diz à BBC Adrian Luckman, da Universidade de Swansea, no País de Gales, responsável pela pesquisa.

1