11/05/2017 iGUi Ecologia 0Comment

Por ser barato e popular, as embalagens feitas de plástico dificilmente são reaproveitadas, somado isso, à destinação incorreta do lixo na maioria das cidades do Brasil, é muito comum encontrarmos plásticos em praticamente todo os lugares: na cidade, em áreas naturais,  enroscado no alto das árvores, flutuando em lagoas e rio, até mesmo no alto mar. Quando descartado o plástico logo sai de vista, mas não desaparece. Em alguns casos ele é carregado pelas correntes marinhas, circula indefinidamente, concentrando-se no centro dos grandes oceanos, onde chega a formar imensas ilhas flutuantes.

Grande concentração de plasticoNo alto mar, a maior concentração de lixo encontra-se no Oceano Pacífico, próximo a costa dos Estados Unidos a meio caminho entre as costas da Califórnia e o Havaí, se estende por cerca de 1.000 Km e é formada por aproximadamente 4 milhões de toneladas de todo tipo de objeto plástico. São garrafas, embalagens, redes de pesca, sacolas e milhares de fragmentos de materiais, formando uma camada que atinge até 10 metros de profundidade em alguns pontos. Estima-se que 1/5 do plástico encontrada nessa ilha é proveniente do descarte de navios e plataformas de petróleo e a grande maioria vem da terra, do lixo descartado incorretamente e que acaba invariavelmente chegando ao mar.

Além dessa ilha de lixo existem outras menores em outros oceanos e os males causados por essas altas concentrações de lixo são enormes. Os resíduos flutuantes se prendem aos animais dificultando a locomoção e, muitas vezes, são confundidos com alimento pelos peixes e aves, provocando danos no sistema digestivo. Além disso, o material descartado também tem retornado à costa de algumas ilhas, comprometendo os cenários litorâneos e a vida de outras espécies. Outro grave problema é a alta concentração de poluentes nesses locais fazendo com que qualquer animal que se alimente nestas regiões ingira altos índices de venenos que acabam introduzidos, através da pesca, na cadeia alimentar humana, tornando verdadeira a afirmação de que o que fazemos à Terra acaba tendo impacto sobre nós, seres humanos.

Você sabe para onde vai o seu lixo? Sua cidade possui aterro sanitário correto? Cobre seus direitos… a natureza e você mesmo agradecerão no futuro!