27/06/2016 iGUi Ecologia 0Comment

A lula colossal é o maior invertebrado existente na Terra. Essa espécie vive nas profundezas dos oceanos e podem atingir até 15 metros de comprimento. Existe ainda outra espécie de lula, conhecida como lula gigante que é um pouco menor que a lula colossal, podendo chegar até os 13 metros de comprimento.

Lula giganteAs características são as mesmas das lulas pequenas que nós conhecemos: possui corpo alongado e cilíndrico com duas nadadeiras em formato triangular na parte posterior do corpo, 10 tentáculos com ventosas, capacidade de mudar de cor e respiram por guelras. São animais carnívoros alimentando-se de peixes, moluscos e outros vertebrados.

Por muito tempo a existência das lulas gigantes foi considerada um mito, pois vivem a pelo menos 2000 metros de profundidade. Os relatos de navegadores sobre o Kraken, um monstro dos mares similar a uma lula que podia afundar um navio sozinho, sempre foram atribuídos a misticismo. Existem registros de lulas gigantes juvenis desde muito tempo, um bem conhecido é da década de 1880 quando 4 lulas gigantes juvenis, de aproximadamente 3 metros, foram analisadas pelo biólogo Thomas Kirk. Mas apenas em 2004 uma lula gigante de 8 metros de comprimento foi avistada no Japão, e mais recentemente um exemplar de 14 metros foi capturado na Nova Zelândia e agora está exposto no Museu da Nova Zelândia.

As baleias cachalotes tem as lulas gigante como fonte alimentar. Muitas vezes as baleias ficam com cicatrizes do confronto com a lula.