20/04/2017 iGUi Ecologia 0Comment

As matas ciliares são vegetações nativas que ficam na margem dos rios, córregos, riachos e lagos. O nome mata ciliar é uma analogia aos nossos cílios que protegem nossos olhos, assim como a mata ciliar protege os rios. Elas são encontradas em todo o território brasileiro, porém são mais comuns no cerrado e na caatinga, como o solo próximo aos cursos d’água é mais úmido a vegetação de concentra mais nessa região. Considerada pelo Código Florestal Federal como “área de preservação permanente”, exerce diversas funções ambientais, devendo assim ser respeitado uma extensão específica de acordo com a largura do rio, lago, represa ou nascente.

A mata ciliar é fundamental para o equilíbrio ecológico e a lista de importância e funções desenvolvidas por essa vegetação é bem extensa:

– Reter/filtrar resíduos de agroquímicos evitando a poluição dos cursos d’águamata ciliar

– Proteger contra o assoreamento dos rios e evitar enchentes

– Formar corredores para a biodiversidade

– Manter a biodiversidade nos rios e áreas ciliares

– Conservar o solo evitando seu ressecamento e desmoronamento

– Auxiliar no controle biológico das pragas

– Fornecer energia e nutrientes para o ecossistema aquático

– Melhorar a qualidade do ar, água e solo

Para garantir que os ecossistemas aquáticos de água doce continuem a existir e com água de boa qualidade precisamos manter a mata ciliar. Isto pode ser possível através de intensa fiscalização pelos órgãos que cuidam do meio ambiente e as áreas que já foram devastadas devem passar por um processo de reflorestamento, para evitar danos aos ecossistemas e aos rios.

Fiscalize na sua região….