09/04/2018 iGUi Ecologia 0Comment

Precipitação é a água liberada das nuvens na forma de chuva, granizo ou neve. É a conexão primária no ciclo da água que fornece a entrega de água atmosférica para a Terra. A maioria das precipitações cai como chuva. Quando a água atinge o solo um pouco de água da chuva encharca o chão pois o solo é permeável, ou seja, a água pode fluir através dele. No solo existem pequenos poros, ou espaços vazios, entre as partículas de areia, cascalho e barro que compõem o solo. Em direção à superfície, esses poros podem conter ar e água. É aqui que as raízes das plantas crescerão porque as plantas precisam tanto a água como o ar para sobreviver. A água da chuva que penetra nessa zona superior do solo pode ser sugada pelas raízes de uma planta e mais tarde, essa água será liberada de volta o ar através das folhas da planta em um processo chamado evapotranspiração.

A água que não é usada pelas plantas pode continuar entrando no solo até atingir a zona de saturação. Essa zona e saturação é o local onde a água preenche completamente todos os espaços de poros entre as partículas do solo e a rocha fraturada no subsolo. Nesse local a água é chamada de lençol freático. A água subterrânea não apenas fica lá. Ele continua se movendo através do solo e, eventualmente, descarrega no lago, rio ou riacho mais próximo, onde a água continua seu movimento através do ciclo da água.

A chuva que não é absorvida pelas plantas ou embebe o solo escorrerá pela superfície, principalmente se a chuva cair em uma superfície impermeável, como um estacionamento ou um telhado. Graças à gravidade, a água que escorre pela superfície do solo sempre se moverá para o lugar mais baixo que pode encontrar, como um rio, lago, riacho ou pântano (o que chamamos água da superfície).

Lembra do cheirinho da chuva… leia novamente no http://www.iguiecologia.com/de-onde-vem-o-cheiro-da-chuva/

Importante deixar sempre uma parte de grama ou vegetação na sua residência ou prédio….o ciclo da água agradece.