14/11/2016 iGUi Ecologia 0Comment

A Bacia Amazônica é considerada a maior bacia hidrográfica do mundo.  E os números que compõem essa bacia são surpreendentes:  ela drena aproximadamente 1/4 da área da América do Sul e escoa cerca de 1/5 de toda água doce do planeta; abriga  o maior arquipélago fluvial do mundo, Mariuá, com mais de 700 ilhas; o maior conjunto de rios do planeta, aproximadamente 1.700 rios; a maior Reserva Biológica inundada do planeta (Mamirauá); a maior ilha flúvio-marinha do planeta (ilha de Marajó) e o maior rio do mundo (rio Amazonas) tanto em volume de água quanto extensão (6.750 km).Rio amazonas

A Bacia Amazônica começa no território peruano como o rio Vilcanota. Este rio, ao entrar em território brasileiro, ganha o nome de Solimões. Ao encontrar-se com o rio Negro, recebe o nome de Amazonas. Os rios que compõe essa bacia se diferem pela coloração que é determinada por substâncias e nutrientes que se encontram neles:

  • Água preta: por causa de ácidos húmicos e fúlvicos, resultados da decomposição do húmus no solo. Caracteriza por ser uma água mais ácida o que faz com que haja poucos insetos. Nascem em terrenos de planície e carregam areia e húmus. Ex.: Rio Negro.
  • Águas claras: como são pouco ácidos, nascem dos escudos cristalinos, das Guianas e o Brasileiro. Ex.: Rio Tapajós.
  • Águas barrentas: provém de regiões montanhosas proporcionando esta coloração. Ex.: Rio Amazonas.

Em razão dos rios serem caudalosos, a Bacia Amazônica é muito rica em volume de água, aspecto que resulta em um enorme potencial de produção de energia elétrica. Um outro destaque desta Bacia Hidrográfica é a grande quantidade de rios navegais. No total, cerca de 22 mil quilômetros de rios recebem embarcações, facilitando o transporte de pessoas e mercadorias na região.

A foz do Amazonas está no lado ocidental da ilha de Marajó. O volume d’água despejado pelo rio é tão descomunal que a água do mar é doce por vários quilômetros além da desembocadura. O rio Amazonas descarrega no Oceano Atlântico 20% de toda a água doce que chega nos oceanos.