19/06/2018 iGUi Ecologia 0Comment

A natureza nunca deixa de nos surpreender, quebrando a teoria de que o oceano é uma massa uniforme de água salgada, por que de fato, acreditem existem rios e lagos no fundo do oceano! No Golfo do México, podemos encontrar o maior número de lagos no fundo do oceano, também chamados de lagos de salmoura. Um lago de salmoura é um corpo de água que tem uma salinidade entre 3 e 5 vezes maior do que o oceano circundante, e devido a essa alta concentração de sal suas águas não se misturam facilmente com a água do mar, criando uma superfície diferente com seu próprio litoral sendo claramente distinguível no fundo do oceano. rios e lagos Submarinos

Esses lagos geralmente contêm altas concentrações de metano e, embora os reservatórios de salmoura possam ser benéficos para algumas espécies, eles também são tóxicos para outros animais marinhos. Ao redor desses lagos são encontrados anêmonas, peixes, corais, estrelas do mar, crustáceos e vermes, mas apenas moluscos e crustáceos adaptados à sua grande salinidade vivem dentro dela.

rios e lagos submarino em New OrleansOs canais submarinos são parecidos com os rios, mas se formam por correntes, fluxos subaquáticos que misturam areia e lama. Por serem mais densos do que a água do mar, eles acabam fluindo no fundo. Também conhecidos como correntes de turbidez, eles geralmente têm origem nos grandes declives que marcam a fronteira entre as massas de terra e as profundezas dos oceanos. Nestes pontos os sedimentos se acumulam até atingirem um ponto crítico, desabando no fundo do mar a velocidades que passam dos 60 km/h e escavando os canais por onde correm.

Devido a dificuldades logísticas, técnicas e baixo investimento, os oceanos ainda são um mistério para nós e informações desse tipo, de fenômenos que ocorrem a milhares de anos ainda são pouco divulgados e pouco explorados.
Esse vídeo mostra as bordas desses lagos, notem que não há animais dentro do lago.