17/04/2018 iGUi Ecologia 0Comment

A aquaponia é um sistema de produção de alimentos que combina a aquicultura convencional (criação de organismos aquáticos tais como caramujos, peixes, lagostas e camarões) com a hidroponia (cultivo de plantas em água) em um ambiente simbiótico. Na aquicultura comum, as excretas dos animais criados podem se acumular na água, aumentando sua toxicidade. No sistema aquapônico, a água da aquicultura alimenta um sistema hidropônico, onde os subprodutos são quebrados por bactérias em nitritos e depois nitratos, os quais são utilizados pelas plantas como nutrientes. A água é então circulada de volta ao sistema de aquicultura.

A aquaponia já foi utilizada por civilizações antigas como por exemplo nas ilhas astecas de cultivo agrícola, conhecidas como chinampas foi um sistema considerado por alguns como sendo a primeira forma de aquaponia para uso agrícola, onde plantas eram cultivadas em ilhas fixas (ou às vezes móveis) em lagos rasos, sendo que os dejetos eram dragados dos canais das chinampas e cidades ao redor, e utilizados para irrigar as plantas manualmente. No sul da China, Tailândia e Indonésia, a aquaponia era utilizada nos campos de arroz inundado em combinação com peixes. Estes sistemas de poli cultivo existiram em muitos países do extremo oriente, cultivando espécies de peixes como o “oriental loach”, enguia do pântano, carpa comum e cruciana, assim como caracóis aquáticos.

Atualmente a aquaponia ainda á utilizada na China, Estados Unidos, Bangladesh, Caribe e outros locais. Os benefícios dessa técnica são inúmeros:

  • Usa 1/6 da água para cultivar 8 vezes mais comida por acre comparado à agricultura tradicional
  • Fonte natural de fertilizantes a partir de resíduos dos animais
  • Eficiente, sustentável e altamente produtivo
  • O produto é livre de pesticidas e herbicidas
  • Os peixes são livres de hormônios de crescimento e antibióticos
  • Permite a produção contínua de alimentos
  • O sistema integrado é sustentável e amigo do ambiente
  • A eliminação do solo elimina doenças transmitidas pelo solo

Hoje em dia é possível encontrar muitos produtos hidropônicos nos supermercados. Os produtores encontraram na hidroponia muitas vantagens: ocupa um espaço reduzido e tem o clima da estufa controlado permitindo produzir o ano todo sem desgastar o solo e utilizar agrotóxicos.

No Brasil, esta técnica ainda não é muito difundida, ela é mais utilizada perto dos centros urbanos, onde a disponibilidade de terra é reduzida e onerosa. A região sudeste é a campeã de produção hidropônica no Brasil.