29/06/2020 iGUi Ecologia

Apesar do Brasil ser um país de clima mais quente, todos os anos somos visitados pelos Pinguins-de-Magalhaes. Os pinguins são aves oceânicas da ordem Sphenisciformes caracterizadas por não possuírem capacidade de vôo, pois suas asas são transformadas em nadadeiras e seus ossos não são pneumáticos (oco). São adaptadas à vida aquática devido a capacidade de utilizarem suas asas para propulsão, fazendo com que atinjam uma velocidade de até dez metros por segundo embaixo d’água, onde podem permanecer submersas por vários minutos. Além disso, possuem a visão adaptada ao mergulho. Tais características contribuem para tornarem-se exímios pescadores. Apresentam, ao longo do…

26/06/2020 iGUi Ecologia

Para muitos animais, cuidar da cria não é somente a função da mãe, ela é compartilhada com o pai também. Alguns animais, como os cavalos marinhos, depositam os ovos na bolsa do macho existente na base de sua cauda e se desenvolvem dentro dela. Na hora do nascimento, o macho contrai a bolsa e vários filhotinhos nascem, mais de 200 por gestação! Nos primatas, como os gorilas e chimpanzés a criação é compartilhada, os adultos ensinam os filhotes a utilização de ferramentas para obtenção de alimento, por exemplo. Nos saguis, os pais compartilham o transporte dos filhotes. Já nos grandes…

22/06/2020 iGUi Ecologia

Tanatose é um mecanismo de defesa pouco comum, usado por algumas espécies de animais. Mas ela não se baseia em somente fechar os olhos e se fingir de morto. Alguns animais exalam mal cheiro, ficam inchados e conseguem diminuir a frequência cardíaca e respiratória. O tempo de duração da tanatose pode variar de 30 segundos, como no caso do sapo cururu, até 30 minutos, como no caso da aranha Hoplobunus mexicanus. A origem grega desse termo refere-se a Thanatos, deus da morte. Mas será que essa técnica realmente é eficaz? Sim! Alguns predadores precisam matar o seu alimento antes de…

19/06/2020 iGUi Ecologia

Você já deve ter escutado um canto de pássaro bastante estridente, misturando um som agudo e metálico (“Tééin”), lembrando o som de um ferreiro batendo o martelo em uma bigorna. Essa é a Araponga!! Também chamada de Guiraponga, Uiraponga, ferreiro e ferrador. Araponga é nome indígena e vem de ara (ave) e ponga (soar). Três espécies de arapongas são encontradas no Brasil: Araponga (Procnias nudicollis), Araponga-do-nordeste (Procnias averano) e Araponga-da-amazônia (Procnias alba). A Araponga (Procnias nudicollis), é encontrada desde matas litorâneas da Bahia e Alagoas até o Rio Grande do Sul. O macho é todo branco, com a garganta e…

15/06/2020 iGUi Ecologia

Essa semana a iGUi Ecologia está participando da campanha que mostra como as aves marinhas, em especial as fragatas, estão sendo ameaçadas pelo simples ato de empinar pipa (Baixe aqui o manifesto!). Empinar pipa é uma atividade saudável e divertida, porém quando substituem as tradicionais linhas de algodão por aquelas impregnadas com cerol (mistura de cola e vidro) ou linha chilena (fio encerado com quartzo moído, algodão e óxido de alumínio) a brincadeira deixou de ser divertida e transformou as pipas em verdadeiras “navalhas voadoras”. Podem causar até a morte de pessoas… Eles também representam também importante ameaça às fragatas…

10/06/2020 iGUi Ecologia

Essa semana estamos comemorando a semana dos oceanos de 2020. Devido as medidas de distanciamento social recomendadas para conter o ritmo da pandemia do COVID-19, notamos que em várias partes do mundo os animais estão sendo mais visualizados no mar. Em Veneza, na Itália, foi possível visualizar os peixes, as águas-vivas e os golfinhos. Em Santos (SP) e na cidade do Rio de Janeiro é possível visualizar as tartarugas marinhas nadando e se alimentando tranquilamente nos costões rochosos. Mas, de acordo com a fundação RACE FOR WATER, fundação suíça dedicada à preservação da água, 250 milhões de toneladas de plástico…

29/05/2020 iGUi Ecologia

Atualmente existe uma grande preocupação em torno do meio ambiente e dos impactos negativos da ação do homem sobre ele. A destruição constante de habitat e a poluição de grandes áreas, por exemplo, são alguns dos pontos que exercem maior influência na sobrevivência de diversas espécies. Dentre os principais problemas que afetam o meio ambiente, podemos destacar: o descarte inadequado de lixo, a falta de coleta seletiva e de projetos de reciclagem, consumo exagerado de recursos naturais, desmatamento, inserção de espécies exóticas, uso de combustíveis fósseis, desperdício de água e esgotamento do solo. Deste modo, a iGUi Ecologia resolveu comemorar…

25/05/2020 iGUi Ecologia

Na região amazônica, o clima é considerado equatorial úmido, marcado por elevadas temperaturas o ano todo, bem como grande quantidade de chuvas. As temperaturas máximas variam entre 30°C a 33°C (podendo chegar a mais!) e as temperaturas mínimas, em torno de 22°C e 23°c, com a umidade variando entre 79% e 87%. As chuvas são frequentes e podem ser consideradas fortes ou simplesmente garoas. Para as pessoas que vivem na região os meses considerados verão, ou seja, os mais quentes são setembro e outubro e os mais frios são de janeiro a abril. Deste modo, o verão é representado pelos…

22/05/2020 iGUi Ecologia

No dia 22 de maio é comemorado o dia da Biodiversidade. A biodiversidade é o conjunto de vida existe no planeta Terra, seja em um deserto ou seja na Floresta amazônica. Mas não apenas aos organismos existentes e sim a variedade genética e ecológica desempenhadas por eles.

O Brasil é considerado o país com uma megadiversidade, sendo que 20% das espécies conhecidas mundialmente estão aqui. O que pode prejudicar a biodiversidade são atividades que verificamos com muita frequência em nosso dia a dia, como por exemplo: desmatamento, queimadas, poluição, introdução de espécies exóticas, exploração de espécies levando…