18/10/2016 iGUi Ecologia 0Comment

O tubarão branco é o grande predador dos oceanos. São peixes enormes que podem chegar a 7 metros de comprimento, pesar 3 toneladas e viver aproximadamente 70 anos. Possuem os sentidos super aguçados: seu olfato é tão potente que pode identificar a presença de uma gota de sangue a quilômetros de distância, sua visão também é bem desenvolvida, ele enxerga bem até mesmo no escuro. Sua (má) fama, entretanto se deve aos acidentes envolvendo tubarões brancos e pessoas.

Tubarão brancoAcidentes por que seres humanos não fazem parte da alimentação dos tubarões, que geralmente alimentam-se de peixes, focas, golfinhos, carcaças de baleias, lulas, tartarugas e até mesmo de pássaros marinhos. Alguns pesquisadores acreditam que os acidentes ocorrem por que os tubarões confundem os seres humanos com uma de suas presas, pois os acidentes geralmente ocorrem em dias nublados, com o mar com pouca visibilidade. Outros pesquisadores afirmam que os tubarões são curiosos e quando encontram um ser humano eles mordem por curiosidade.

Apesar de ser conhecido popularmente como tubarão-branco, ele possui coloração branca apenas na parte ventral (barriga), enquanto que a dorsal é cinzenta ou azulada. São tubarões robustos, com corpo fusiforme e focinho curto e largo. Eles são animais ovovivíparos, ou seja, o embrião desenvolve-se dentro de um ovo que fica no interior do corpo da mãe. Normalmente os tubarões-brancos tem de 5 a 10 crias de uma só vez.

A população de tubarões-brancos vem diminuindo, principalmente devido a pesca predatória. Seus dentes e barbatanas são valiosos, principalmente as barbatanas que são utilizadas para fazer sopa, que é considerada uma iguaria em vários países asiáticos. Em diversas partes do mundo, eles já estão protegidos por leis que proíbem a caça, entretanto, muitas pessoas continuam realizando a pesca de forma clandestina.

Tubarão branco mostrando a parte ventral branca Tubarão branco visto lateralmente