09/09/2019 iGUi Ecologia 0Comment

No Natal publicamos uma matéria sobre desperdício de alimentos nas festas de final de ano, https://www.iguiecologia.com/desperdicio-de-alimentos/ mas hoje vamos falar do desperdício do dia a dia.

Em torno de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são desperdiçadas ou perdidas por ano em todo o mundo, isso equivale a mais ou menos um terço de tudo o que é produzido acaba sendo destinado ao lixo. E, isso gera impactos nos setores econômicos, sociais e ambientais.

Somente no Brasil, estima-se que no trajeto do alimento, desde o campo (passando pela indústria e varejo) até o consumidor o descarte é cerca de 41 mil toneladas de alimentos por ano. Um estudo feito com a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) mostra que o faturamento desses estabelecimentos perdeu mais de 7 bilhões de reais em alimentos descartados só no ano de 2016. Colocando o Brasil na lista dos 10 principais países que mais desperdiçam comida. desperdício de alimentos

De acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) quase metade do que é colhido é jogado fora. O número da quantidade desperdiçada diminui um pouco quando são cereais, mas ainda assim o desperdício é de 30%. Entre os pescados, carne de gado e produtos lácteos, o descarte chega a ser de 20%. Os alimentos mais descartados sem consumo são: frutas, hortaliças, raízes e tubérculos.

Vale lembrar que não podemos somente pensar no alimento em si, mas em toda a linha de produção dele que também foi, de uma certa maneira, perdida, pois houve consumo de água, de energia, de trabalho humano. De acordo com Alcione Silva, do “Save Food Brasil”, somente na América Latina, as 127 milhões de toneladas desperdiçadas por ano poderiam alimentar 36 milhões de pessoas.

O Grupo GPA (Pão de Açúcar, Extra e do Assaí) tem um programa “Parceria contra o desperdício”, que consiste na doação de produtos que estão bons para consumo mas que não estão dentro dos padrões estéticos que o consumidor deseja. Outra ação é do desconto de até 40% de alimentos com validade próxima agrupados em gôndolas especiais.

A Embrapa, lançou há 2 anos atrás, a campanha “Sem Desperdício”, com o objetivo de conscientizar produtores e consumidores sobre o tema. desperdício de alimentosA partir dessa campanha são realizadas discussões sobre estratégias e instrumentos voltados para a indústria, o varejo e o consumidor. Essas discussões contribuem, cada vez mais, para uma maior produtividade, menor desperdícios e melhor aproveitamento dos alimentos.

Outra iniciativa muito interessante é o aplicativo “Comida Invisível”, pois conecta quem tem comida sobrando com quem precisa dela. Até pouco tempo atrás nenhum restaurante podia “doar” seu alimento, pois caso houvesse alguma contaminação do beneficiário, o restaurante era processado e punido por isso, hoje em dia o doador do aplicativo pode ser: restaurantes, supermercados, hotéis, buffets e bares. Os estabelecimentos se registram, oferecem seus produtos para doação, cadastram os itens que deseja doar, descrevem o estado dos alimentos e a data de validade, depois espera o interesse de entidades que distribuem ou preparam as refeições. As instituições interessadas buscam os alimentos nos locais mais próximos, se os dois aceitarem (fornecedores e as instituições recebedoras) o acordo, o famoso “match”, o aplicativo mostra onde o alimento deve ser retirado e pronto, é só ir buscar e usufruir do mesmo. Você pode acessar o site do “comida invisível” para entender melhor e fazer parte dessa iniciativa: https://comidainvisivel.com.br/. Você pode questionar o lugar onde faz compras, perguntando qual é o destino dos alimentos que ainda estão em condições de consumo, podendo aconselhar a utilizar o aplicativo.

desperdício de alimentos

A sensibilização sobre o desperdício de alimentos não só interfere no meio ambiente, mas também em toda a sociedade, inclusive no nosso bolso, pois esse desperdício também é cobrado no preço final do alimento.

Não desperdice de alimentos…