26/04/2020 iGUi Ecologia

Os primatas não são os únicos que conseguem fazer cálculos, segundo pesquisadores algumas aves também conseguem, como por exemplo o papagaio-da-Nova-Zelândia, da espécie Nestor notabilis, que são animais considerados vulneráveis em seu status de conservação. Medem 48 cm de comprimento, alimentando-se de brotos, folhas, néctar das flores, insetos e larvas e carcaça de animais mortos. Uma curiosidade, ele é o único papagaio do mundo que pode viver na neve, quando o inverno não é muito rigoroso. Eles são tão curiosos sobre o ambiente, que exploram qualquer item novo que se aproxime, sendo conhecidos por retirar peças de carros em estacionamentos…

20/04/2020 iGUi Ecologia

Um estudo realizado pela World Wildlife Fund for Nature é alarmante. Cada ser humano está ingerindo cerca de mais de 2000 partículas de plástico por semana. Esses plásticos são minúsculos e são conhecidos como micro plásticos (Microplástico, a poluição invisível). Podemos ingeri-los, segundo o estudo, pela água, comida e até pelo ar! Infelizmente demoramos muito para acreditar, ou melhor, reconhecer que estamos no meio de uma pandemia de plástico. Pare e pense! Tudo ao nosso redor tem plástico. E isso ocorre desde a infância com fraudas Pampers à Playmobil e à PlayStation. Nossas idas ao mercado com muitas sacolinhas, além…

17/04/2020 iGUi Ecologia

A utilização de pesticidas prejudica o meio ambiente e isso já está mais do que comprovado. Posso dizer, pois o meu doutorado foi com pesticidas em Pinguim-de-Magalhães. Mas como os pesticidas conseguem afetar essas aves? A resposta é: esses compostos tem seu destino final o mar, afetando também os animais marinhos (Agrotóxicos e o Meio Ambiente). Deste modo, muitos agricultores resolveram adotar métodos antigos para combaterem as pragas, sendo um desses métodos plantar flores que evitam de maneira natural que as pragas destruam as plantações. Outras questão que causa preocupação são os prejuízos que os pesticidas nocivos causam para as…

14/04/2020 iGUi Ecologia

Você já imaginou encontrar na sua fazenda um fóssil de tatú do tamanho de um fusca? Pois foi isso que aconteceu na Argentina. O fazendeiro Juan de Dios Sota estava levando suas vacas para pastar quando avistou no leito de um rio os fósseis. Quando os arqueólogos chegaram ao local perceberam que não eram dois fósseis e sim quatro, todos indo na mesma direção, como se estivesse caminhando em direção a algo. Para os pesquisadores é um fato inédito pois eram indivíduos solitários. Segundo o arqueólogo Pablo Messineo, acredita-se que sejam dois animais adultos e dois animais jovens, porém para…

07/04/2020 iGUi Ecologia

Mais uma ave na região dos lagos, no Rio de Janeiro, que gostaríamos de retratar, pois é avistada constantemente nas praias mergulhando (pescando). É uma ave marinha que vive próximo a costa, pois fazem seus ninhos em ilhas costeiras e oceânicas. Aqui próximo, em Arraial do Cabo, encontramos um ninhal, que pode viver por até 25 anos e atinge a maturidade sexual aos 3 anos de idade. Possui uma envergadura de até 1 metro e meio de comprimento, com o corpo de coloração marrom escura (cor de café), barriga branca com o bico e as patas com coloração amarela. Podemos…

03/04/2020 iGUi Ecologia

Na região da sede da iGUi ecologia também encontramos a Fragata ou Tesourão. Resolvi falar dela hoje pois recentemente duas estavam brigando por um peixe e o deixaram cair em uma de nossas piscinas, imaginem o susto na hora!!! Pois bem, a fragata ou tesourão (Fregata magnificens) é uma ave Suliforme da família Fregatidae. Seu nome científico significa fragata majestosa ou fragata magnífica e por possuir a cauda em formato de “V” também é chamada de tesourão. É uma espécie de ave marinha com uma ampla distribuição, pelo Atlântico, nas América do Sul e Central e no Pacífico, da Colômbia…

30/03/2020 iGUi Ecologia

A orientação da quarentena devido ao Covid-19 é ficar em casa e isso inclui os carros e ônibus também nas garagens, causando uma diminuição da emissão de poluentes atmosféricos. Desta maneira, a qualidade do ar também melhora e, consequentemente, respiramos melhor. A Nasa mostrou, por imagens, a diferença das emissões de gases poluentes na China, principalmente o dióxido de nitrogênio (NO2), em janeiro e fevereiro, quando as pessoas estavam em casa. Na Itália, inúmeras imagens dos canais de Veneza mostraram águas cristalinas, pois não há barcos transitando na região. Infelizmente, sabemos que ao final dessa pandemia, tudo vai voltar aos…

27/03/2020 iGUi Ecologia

Um trabalho publicado recente na revista Science of the Total Environment, “Valuation of banana peels as an effective biosorbent for mercury removal under low environmental concentrations” (Avaliação de cascas de banana como um biossorvente eficaz para remoção de mercúrio sob baixas concentrações ambientais), traz um estudo sobre o uso de cascas de banana como biossorvente (processo no qual se utiliza sólidos de origem vegetal ou micro-organismos na retenção, remoção ou recuperação de metais pesados de um ambiente líquido) de mercúrio em diferentes soluções aquosas. O estudo foi realizado por uma equipe de pesquisadores de Aveiro, Portugal. A capacidade de cascas…

24/03/2020 iGUi Ecologia

Hoje vamos abordar uma ave bem interessante…. o colhereiro. O colhereiro é uma ave pelecaniforme da família Threskiornithidae, seu nome científico (Platalea ajaja) significa: do (latim) platalea = bico em forma de colher (origem do grego platea = largo); e do (tupi) ayayá ou ajajá Colhereiro rosado, ou seja, ave rosada com bico em forma de colher. Essa ave pesa 1,150 a 1,4 Kg e mede entre 68,5 e 86,5 centímetros de comprimento. A coloração das penas da ave é rosa sendo em algumas partes mais fortes do que outras, pois o pescoço, peito e a parte superior são mais…

20/03/2020 iGUi Ecologia

Descrevendo os animais da região dos lagos, no estado do Rio de Janeiro, sede da iGUi Ecologia, encontramos uma ave bem pequena (13,5 centímetros e pesando 20 gramas), mas com um canto bem forte e estalado, e que toda a tarde vem se alimentar perto de nós. Estamos falando do canário-da-terra-verdadeiro! Seu nome científico significa: do (grego) sikalis, sukallis ou sukalis = pequeno; (Latim) flaveola, flaveolus diminutivo de flavus = amarelo ou amarelinho. É uma espécie que se alimenta de sementes, possuindo um bico eficiente em esmagar e separar as sementes. Seus ninhos são cobertos em forma de cesta, podendo…