08/04/2022 iGUi Ecologia

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) é o órgão das Nações Unidas para avaliar a ciência relacionada às mudanças climáticas. O IPCC finalizou a terceira parte do Sexto Relatório de Avaliação, Mudança Climática 2022: Mitigação das Mudanças Climáticas, a contribuição do Grupo de Trabalho III, em 4 de abril durante a 14ª Sessão do Grupo de Trabalho III e 56ª Sessão do IPCC. O relatório do Grupo de Trabalho III, segundo o próprio site, fornece uma avaliação global atualizada do progresso e das promessas de mitigação das mudanças climáticas e examina as fontes de emissões globais. Ele explica os…

04/04/2022 iGUi Ecologia

A frota global de veículos leves (LDVs) é estimada para pelo menos dobrar até 2050. Mais de 90 por cento desse crescimento ocorrerá em países não membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE – uma organização internacional que trabalha para construir melhores políticas para uma vida melhor). E o Brasil está nessa lista!! Em 2018, foram vendidos cerca de 86 milhões de novos veículos leves (em geral não excedem um peso bruto de 3,5 toneladas, e incluem carros de passeio, utilitários esportivos e microônibus), a maioria em países desenvolvidos. A importação de veículos usados difere por país e…

07/03/2022 iGUi Ecologia

A nossa expedição até o Amazonas teve um significado bem especial… Os peixes-boi cada vez mais estão sendo ameaçados e mais filhotes órfãos são encaminhados para o berçário da Associação Amigos do Peixe-Boi (AMPA), no INPA. E, muitas piscinas são utilizadas para acomodar os animais que permanecem neste local por quase 6 anos até estarem aptos a serem devolvidos ao ambiente natural. Além da reintrodução em si, a AMPA desenvolveu um Programa que colhe informações sobre a capacidade de adaptação dos peixes-bois criados em cativeiro ao ambiente natural, estudando seus movimentos diários e sazonais, área de vida e uso do…

01/03/2022 iGUi Ecologia

Infelizmente devido a caça ilegal e captura acidental em redes de pesca muito filhotes de peixe-boi acabam se tornando órfãos e precisam de ajuda para poderem sobreviver. Segundo a Associação Amigos do Peixe-Boi da Amazônia (AMPA), esses animais chegam a maturidade sexual em pelo menos seis anos, quando os indivíduos atingem aproximadamente dois metros de comprimento. A maioria dos nascimentos ocorrem no início do período da cheia, no qual é encontrado a maior fartura de alimentos. A gestação dura 12 meses e é gerado um filhote, que ficará com sua mãe durante 2 anos. Coleta de leite. foto Anselmo Fonseca…

25/02/2022 iGUi Ecologia

Apesar de ser uma animal extremamente carismático e dócil, o peixe-boi está ameaçado de extinção. Em nossa expedição ao Amazonas, tivemos a possibilidade de verificar de perto as ameaças que esses animais sofrem. O peixe-boi é caçado desde antes da chegada dos primeiros europeus as Américas. No Brasil, mesmo protegido por lei desde 1967, continua sendo caçado para subsistência de comunidades ribeirinhas, mas principalmente para manter um comércio ilegal da carne em diversos mercados da região amazônica. O seu couro é muito mais espesso que o couro de bovinos, conforme mostra a imagem abaixo. No passado ele era utilizado como…

23/02/2022 iGUi Ecologia

Nossa expedição para a Amazônia, não foi somente conhecer de perto esse bioma fantástico, mas também ajudar um animal ameaçado de extinção: o peixe-boi da Amazônia! Vamos trazer algumas importantes informações a respeito desse animal peso pesado! O peixe-boi pertence a Ordem Sirenia, que tem esse nome por causa da lenda das sereias. Dizem que quando o italiano explorador e navegador Cristóvão Colombo registrou, em um diário de bordo, em meados de 1493, observações de “formas femininas não tão belas quanto representadas”, na região da América do Norte, ele estava se referindo aos peixes-boi e não as sereias. E, por…

18/02/2022 iGUi Ecologia

Em nossa expedição ao Amazonas, fomos no Museu da Amazônia, o MUSA. E dentro do museu tinha uma exposição, Passado Presente, de alguns fósseis que foram descobertos em 2019 na expedição Rosalie Benchimol. Mas, primeiro vamos conhecer quem foi Rosalie Benchimol. Mestre em paleontologia pela University of New Mexico, casada com um brasileiro mudou-se para Manaus ainda jovem e tornou-se professora de Geologia na Universidade Federal do Amazonas. Realizou diversos trabalhos científicos na Paleontologia no interior do Estado do Amazonas, principalmente no Rio Purus até o Rio Acre, como até o Rio Juruá nas proximidades do município de Eirunepé. Veja…

17/02/2022 iGUi Ecologia

O Museu da Amazonia, o MUSA, pode nos mostrar tanto a fauna da Amazônia como também a flora. Encontramos lá uma planta conhecida como escada-de-jabuti, um tipo de trepadeira enorme, como tudo na Amazônia! Existem dois tipos de trepadeiras, as herbáceas e lenhosas. Elas são diferenciadas pelo tipo de caule. As herbáceas possuem caules verdes, flexíveis e frágeis; já as lenhosas possuem caules duros, secos e com aparência lenhosa, o famoso cipó. As herbáceas se concentram principalmente em clareiras e bordas de matas. Enquanto as lenhosas, crescem principalmente no interior de florestas (lembram do Tarzan?). A escada-de-jabuti (Phanera sp) é…

08/02/2022 iGUi Ecologia

Ir para a Amazônia e não ver a vitória-régia é com certeza viagem perdida! Mas tivemos sorte e no Museu da Amazonia (MUSA), por ser um museu vivo, foi possível realizar o grande encontro… Mas vamos conhecer um pouco sobre ela. A vitória-régia (Victoria amazonica), tem esse nome em homenagem a rainha Vitória da Inglaterra e são consideradas macrófitas aquáticas. As macrófita aquáticas, (macro = grande, fita = planta), são as plantas aquáticas que podem ser vistas a olho nu e que podem viver em brejos ou até mesmo em ambientes totalmente aquáticos, podendo ser de água doce, salobra e…

04/02/2022 iGUi Ecologia

Em nossa expedição ao Amazonas, visitamos o Museu da Amazônia, o MUSA. Nele tivemos a oportunidade de conhecer muitos detalhes sobre a floresta e seus habitantes. Aprendemos muito sobre os escorpiões… vocês sabiam que eles brilham na luz ultravioleta? Quando entramos na sala de visitação havia vários aquários, todos climatizados para abrigarem os animais. Os escorpiões são aracnídeos em grande parte solitários e noturnos. Mas pensamos que seria difícil a visualização deles e para a nossa surpresa, os animais brilhavam na luz ultravioleta!! Essa característica está presente nas diferentes espécies e aparece em fósseis com 430 milhões de anos.  Segundo…