03/05/2022 iGUi Ecologia

Hoje é comemorado o dia da árvore que deu nome ao nosso país, o pau-Brasil. Ela tem uma área grande de ocorrência desde o Rio de Janeiro até o Rio Grande do Norte. Também conhecida por outros nomes, como: orabutã, brasileto, ibirapiranga, ibirapita, muirapiranga, pau-rosado e pau-de-pernambuco. Elas podem chegar a 12 metros de altura e 40 a 70cm de diâmetro. Suas flores são lindas… de coloração amarela! Esta espécie de árvore, com o nome científico de Caesalpinia echinata, foi a primeira madeira a ser considerada de lei no Brasil, pelo medo da coroa portuguesa que outros países pudessem contrabandeá-la….

29/04/2022 iGUi Ecologia

Recentemente, a ENEL anunciou que o Brasil é o responsável pela produção de 40% de energia renovável na América Latina. O país, devido a sua grande extensão geográfica, características de seus ventos e radiação solar, o torna uma potência em energia renovável. Segundo a empresa, o Brasil produz 4,7 gigawatts de energia renovável, sendo 2,1 gigawatts de energia eólica, 1,2 gigawatts de energia solar e 1,3 gigawatts de fonte hídrica. Porém, toda essa energia tem a capacidade de melhorar, ou seja, de aumentar sua capacidade. Portanto para que possamos atingir nossa meta para 2030, segundo o Painel Intergovernamental sobre Mudanças…

19/04/2022 iGUi Ecologia

De acordo com o relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) das Nações Unidas para avaliar a ciência relacionada às mudanças climáticas, temos até 2030 para reduzir a emissão pela metade. Então, o que podemos fazer? Sabemos que a agricultura, silvicultura e o uso das terras contribuem para 22% das emissões globais. Porém, esses mesmos itens podem reduzir as emissões de gases como também podem remover e armazenar CO2 em grandes quantidades. Mas as ações para remover o carbono, incluem a proteção e restauração dos ecossistemas. Essas atividades devem ser bem implementadas, por exemplo nas atividades de uso da…

11/04/2022 iGUi Ecologia

Como relatamos anteriormente o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) é o órgão das Nações Unidas para avaliar a ciência relacionada às mudanças climáticas. O relatório do Grupo de Trabalho III é muito bem explicativo e divido em vários seguimentos: resumo para formuladores de políticas, resumo técnico e o relatório na integra. O relatório ele não trabalha baseando-se em países, mas sim em regiões. Deste modo, seguindo essas especificações, verificamos os índices da nossa região, América Latina e Caribe. As emissões acumulativas de CO2 antropogênicas no período de 1850 a 2019 mostram que nessa região é devido ao uso da…

08/04/2022 iGUi Ecologia

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) é o órgão das Nações Unidas para avaliar a ciência relacionada às mudanças climáticas. O IPCC finalizou a terceira parte do Sexto Relatório de Avaliação, Mudança Climática 2022: Mitigação das Mudanças Climáticas, a contribuição do Grupo de Trabalho III, em 4 de abril durante a 14ª Sessão do Grupo de Trabalho III e 56ª Sessão do IPCC. O relatório do Grupo de Trabalho III, segundo o próprio site, fornece uma avaliação global atualizada do progresso e das promessas de mitigação das mudanças climáticas e examina as fontes de emissões globais. Ele explica os…

04/04/2022 iGUi Ecologia

A frota global de veículos leves (LDVs) é estimada para pelo menos dobrar até 2050. Mais de 90 por cento desse crescimento ocorrerá em países não membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE – uma organização internacional que trabalha para construir melhores políticas para uma vida melhor). E o Brasil está nessa lista!! Em 2018, foram vendidos cerca de 86 milhões de novos veículos leves (em geral não excedem um peso bruto de 3,5 toneladas, e incluem carros de passeio, utilitários esportivos e microônibus), a maioria em países desenvolvidos. A importação de veículos usados difere por país e…

07/03/2022 iGUi Ecologia

A nossa expedição até o Amazonas teve um significado bem especial… Os peixes-boi cada vez mais estão sendo ameaçados e mais filhotes órfãos são encaminhados para o berçário da Associação Amigos do Peixe-Boi (AMPA), no INPA. E, muitas piscinas são utilizadas para acomodar os animais que permanecem neste local por quase 6 anos até estarem aptos a serem devolvidos ao ambiente natural. Além da reintrodução em si, a AMPA desenvolveu um Programa que colhe informações sobre a capacidade de adaptação dos peixes-bois criados em cativeiro ao ambiente natural, estudando seus movimentos diários e sazonais, área de vida e uso do…

01/03/2022 iGUi Ecologia

Infelizmente devido a caça ilegal e captura acidental em redes de pesca muito filhotes de peixe-boi acabam se tornando órfãos e precisam de ajuda para poderem sobreviver. Segundo a Associação Amigos do Peixe-Boi da Amazônia (AMPA), esses animais chegam a maturidade sexual em pelo menos seis anos, quando os indivíduos atingem aproximadamente dois metros de comprimento. A maioria dos nascimentos ocorrem no início do período da cheia, no qual é encontrado a maior fartura de alimentos. A gestação dura 12 meses e é gerado um filhote, que ficará com sua mãe durante 2 anos. Coleta de leite. foto Anselmo Fonseca…

25/02/2022 iGUi Ecologia

Apesar de ser uma animal extremamente carismático e dócil, o peixe-boi está ameaçado de extinção. Em nossa expedição ao Amazonas, tivemos a possibilidade de verificar de perto as ameaças que esses animais sofrem. O peixe-boi é caçado desde antes da chegada dos primeiros europeus as Américas. No Brasil, mesmo protegido por lei desde 1967, continua sendo caçado para subsistência de comunidades ribeirinhas, mas principalmente para manter um comércio ilegal da carne em diversos mercados da região amazônica. O seu couro é muito mais espesso que o couro de bovinos, conforme mostra a imagem abaixo. No passado ele era utilizado como…

23/02/2022 iGUi Ecologia

Nossa expedição para a Amazônia, não foi somente conhecer de perto esse bioma fantástico, mas também ajudar um animal ameaçado de extinção: o peixe-boi da Amazônia! Vamos trazer algumas importantes informações a respeito desse animal peso pesado! O peixe-boi pertence a Ordem Sirenia, que tem esse nome por causa da lenda das sereias. Dizem que quando o italiano explorador e navegador Cristóvão Colombo registrou, em um diário de bordo, em meados de 1493, observações de “formas femininas não tão belas quanto representadas”, na região da América do Norte, ele estava se referindo aos peixes-boi e não as sereias. E, por…