26/06/2020 iGUi Ecologia 0Comment

Para muitos animais, cuidar da cria não é somente a função da mãe, ela é compartilhada com o pai também. Alguns animais, como os cavalos marinhos, depositam os ovos na bolsa do macho existente na base de sua cauda e se desenvolvem dentro dela. Na hora do nascimento, o macho contrai a bolsa e vários filhotinhos nascem, mais de 200 por gestação!

Nos primatas, como os gorilas e chimpanzés a criação é compartilhada, os adultos ensinam os filhotes a utilização de ferramentas para obtenção de alimento, por exemplo. Nos saguis, os pais compartilham o transporte dos filhotes.

Já nos grandes felinos, os leões são o único grupo em que o pai se faz presente. Nas brincadeiras, lideram junto aos filhotes e quando estes crescem são ensinados, pelo pai, a proteger a família.

Nas aves, os casais de flamingos são monogâmicos, ou seja, são fies a vida toda, e compartilham as tarefas, sendo a fêmea quem escolhe o local para o ninho e é o macho quem constrói. Ambos se revezam na incubação do ovo e na defesa do ninho. E, a criação também é compartilhada.

Mas os pinguins-imperador são verdadeiros guerreiros!! Quem não viu o filme Happy feet (para as crianças) e A Marcha dos Pinguins (para os adultos) tem que ver! Os pais assumem a função de chocar os ovos assim que a fêmea faz a postura. Ele fica responsável pelo ovo durante 2 meses, equilibrando o ovo entre seus pés, no inverno, no qual tem pouca luz solar e um frio muito intenso! Neste período, o macho não se alimenta, mas a fêmea sim. Quando ela retorna, ela alimenta o filhote e o macho vai pescar.

Todos aprendemos com a natureza!!!