19/10/2020 iGUi Ecologia 0Comment

Já imaginou fazer papel sem ter que derrubar nenhuma árvore? Essa seria sem dúvida uma das melhores notícias do ano!

Mas antes vamos fazer um cálculo, um eucalipto rende de 20 a 24 mil folhas de papel A4, aquele comum, usado em casa e nos escritórios e são necessárias 11 árvores para produzir uma tonelada de papel. O consumo brasileiro é de 44 kg por ano, com isso, podemos dizer que cada um de nós consome em média meia árvore por ano. Triste…

Mas o problema vai muito além de uma simples folha de papel, pois podemos destacar que a maior parte da produção de papel é proveniente de reflorestamento, o que alivia a questão do prejuízo ambiental associado ao desmatamento das florestas e o consequente esgotamento dos recursos naturais.

Pensando nisso, uma empresa de tecnologia limpa (TreeZero) sediada em Atlanta, nos Estados Unidos traz essa novidade, os papeis dão 100% neutro em carbono, feitos de fibra reciclada de resíduos de cana-de-açúcar. Outro detalhe importante, é que não há a utilização de cloro e utiliza quase 15% a menos produtos para deixar o papel branco.

Bagaço da cana vai virar fibra de papel

A matéria prima, a cana-de-açúcar, é plantada para extrair etanol e açúcar. O que é utilizado para fazer o papel é o bagaço dessa planta, ou seja, mais um aproveitamento deste cultivo…

Aqui no Brasil algumas empresas já aderiram a esse papel e você também pode!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *