23/05/2018 iGUi Ecologia

A marisma é um tipo de zona úmida com solo rico em minerais. As marismas são muito semelhantes aos pântanos, a diferença entre eles é o tipo de vegetação que há em cada um. Nas marismas crescem sobretudo caniços, enquanto os pântanos têm principalmente árvores ou arbustos.  As marismas estão sujeitas aos mesmos extremos de salinidade, temperatura e marés que afetam as planícies de maré. Têm fundo lamacento, mas a lama fica fixada pelas raízes de plantas, por isso são relativamente estáveis.  As marismas se formam em áreas baixas às margens de rios ou à beira-mar, portanto podem ter água…

17/05/2018 iGUi Ecologia

O ecossistema aquático marinho pode ser classificado segundo critérios que envolvem a penetração da luminosidade na coluna de água e se divide em duas zonas: eufótica, região na qual a incidência luminosa consegue penetrar na coluna de água, geralmente compreendendo cerca de 200 metros de profundidade e afótica, região marinha que não recebe qualquer interferência da incidência luminosa. Após anos de expedições subaquáticas no sul do Mar do Caribe, uma equipe de pesquisadores do Museu Nacional Smithsoniano de História Natural descobriu um ecossistema surpreendentemente diversificado, e único, que foi definido como uma nova área oceânica com inúmeras novas espécies: a…

14/05/2018 iGUi Ecologia

Nas aulas de física aprendemos que a água pode ser encontrada nos estados sólido, líquido ou gasoso e passamos a vida inteira pensando que isso nunca vai mudar, mas não é bem assim. Recentemente um estudo conduzido na Califórnia confirmou uma forma de água que é simultaneamente sólida e líquida. É o mais recente avanço no estudo da água, uma substância aparentemente simples que pode alternar entre muitas configurações diferentes. Para entender melhor: a água é uma molécula simples – dois átomos de hidrogênio ligados a um átomo de oxigênio. Os três átomos normalmente estão em forma de V. Em…

09/05/2018 iGUi Ecologia

Nas últimas semanas, imagens de paisagens com neve alaranjada na Rússia, Bulgária, Ucrânia, Romênia e outros países tem se espalhado pelas redes sociais e deixado muita gente curiosa. Nessas fotos é possível ver que em grandes áreas a neve possui um aspecto alaranjado, bem diferente do branco habitual. A explicação para esse fenômeno é simples, mas não deixa de ser surpreendente: tempestades de areia do deserto do Saara misturaram-se com a chuva na atmosfera que caiu como um manto de neve laranja em toda a Europa Oriental. Confira o vídeo: Meteorologistas afirmam que com as condições atmosféricas adequadas a areia…

26/04/2018 iGUi Ecologia

Hoje é o dia do pinguim! Apesar do Brasil ser um país de clima mais quente, todos os anos somos visitados pelos pinguins-de-Magalhaes. Os pinguins são aves oceânicas da ordem Sphenisciformes caracterizadas por não possuírem capacidade de vôo, pois suas asas são transformadas em nadadeiras e seus ossos não são pneumáticos (oco). São adaptadas à vida aquática devido a capacidade de utilizarem suas asas para propulsão, fazendo com que atinjam uma velocidade de até dez metros por segundo embaixo d’água, onde podem permanecer submersas por vários minutos. Além disso, possuem a visão adaptada ao mergulho. Tais características contribuem para tornarem-se…

26/04/2018 iGUi Ecologia

A espuma do mar é um fenômeno natural do oceano que envolve a formação de uma substância branca que flutua na superfície da água e se acumula nas margens do mar. A formação de espuma do mar é vista em várias partes do mundo e continua a intrigar as pessoas até hoje. Em 2007, as raras condições costeiras de Yamba, na Austrália, resultaram em uma demonstração única do poder de agitação da água ao misturar detritos na água para criar uma espuma oceânica. O evento ao longo da costa deste ponto na Austrália ficou conhecido como a “Costa do Cappuccino”…

17/04/2018 iGUi Ecologia

A aquaponia é um sistema de produção de alimentos que combina a aquicultura convencional (criação de organismos aquáticos tais como caramujos, peixes, lagostas e camarões) com a hidroponia (cultivo de plantas em água) em um ambiente simbiótico. Na aquicultura comum, as excretas dos animais criados podem se acumular na água, aumentando sua toxicidade. No sistema aquapônico, a água da aquicultura alimenta um sistema hidropônico, onde os subprodutos são quebrados por bactérias em nitritos e depois nitratos, os quais são utilizados pelas plantas como nutrientes. A água é então circulada de volta ao sistema de aquicultura. A aquaponia já foi utilizada…

10/04/2018 iGUi Ecologia

Nossa entrevistada vai nos contar e mostrar, por fotos e vídeos, como é trabalhar em um lugar gelado, na Antartica. A Dra. Rosalinda Montone, do Laboratório de Química Orgânica Marinha do Instituto Oceanografico da USP possui projetos de pesquisas na Antartica e já esteve em solo antártico por mais 15 vezes. Ela vai explicar um pouco para nós como é a Antartica, seu trabalho e algumas curiosidades. Qual é o trabalho que a senhora desenvolve na Antártica? Eu coleto amostras de vegetação, sedimento e carcaças de animais para analisar o fluxo de poluentes persistentes no ambiente antártico.   Como é…

09/04/2018 iGUi Ecologia

Precipitação é a água liberada das nuvens na forma de chuva, granizo ou neve. É a conexão primária no ciclo da água que fornece a entrega de água atmosférica para a Terra. A maioria das precipitações cai como chuva. Quando a água atinge o solo um pouco de água da chuva encharca o chão pois o solo é permeável, ou seja, a água pode fluir através dele. No solo existem pequenos poros, ou espaços vazios, entre as partículas de areia, cascalho e barro que compõem o solo. Em direção à superfície, esses poros podem conter ar e água. É aqui…

05/04/2018 iGUi Ecologia

Quando falamos em borboletas logo vem a nossa mente imagens de dias ensolarados e locais floridos e coloridos. As borboletas podem ser encontradas em quase todo o planeta, com exceção de desertos áridos e a Antártica. O Brasil é o quarto lugar do mundo em diversidade de borboletas, com 5.000 espécies cadastradas, sendo uma fauna extremamente importante e exuberante. Por aqui podemos encontrar belíssimas espécies como as borboletas Morpho, de cor azul metálica e a gigantesca Caligo ou borboleta-coruja, com impressionantes 16 cm de envergadura. Habitats foram destruídos em grande escala e agora os padrões de clima estão mudando de…