29/10/2018 iGUi Ecologia 0Comment

Os anfíbios são pequenos vertebrados que precisam de água ou um ambiente úmido para sobreviver. As espécies deste grupo incluem sapos, rãs, salamandras e cobras cegas. Todos podem respirar e absorver água através de sua pele muito fina. Os anfíbios também têm glândulas da pele especiais que produzem proteínas úteis. Alguns transportam água, oxigênio e dióxido de carbono para dentro ou para fora do animal. Outros combatem bactérias ou infecções fúngicas. As espécies mais famosas e mais controversa desse grupo são os sapos. Anfíbios - Sapos

Devido ao seu aspecto diferente com uma pele escurecida e rugosa, movimentos lentos e crenças populares associando os sapos à bruxaria, os sapos não são bem vistos e são frequentemente mortos sem nenhum motivo. O que as pessoas podem não saber é que os sapos têm uma grande importância para os seres humanos. São úteis na redução do número de insetos que destroem as plantações ou transmitem doenças, e mesmo próximo de residências eles
ajudam a diminuir o número Râ - Anfíbios de insetos que podem ser nocivos aos seres humanos. As rãs são exploradas como alimento, tanto para consumo local quanto para exportação comercial. Sabe-se que as secreções cutâneas de vários anfíbios tropicais têm efeitos alucinógenos e efeitos nos sistemas nervoso central e respiratório em humanos, porém com mais pesquisa investida na área eles podem se tornar anestésicos e analgésicos. Algumas secreções dos sapos da espécie Xenopus laevis, foram encontradas magainina, uma substância que fornece um efeito antibiótico natural. Bioquímicos estão atualmente investigando essas substâncias para uso medicinal.

Cobra Cega - AnfíbiosAtualmente, já se sabe que esses animais são bioindicadores, ou seja, sua presença num local funciona como indicador de que o ambiente está em equilíbrio ecológico. Os anuros são altamente sensíveis às alterações do ambiente. Por depender de ambientes aquáticos e terrestres em bom estado de conservação, qualquer alteração na qualidade da água e na temperatura pode extinguir espécies. Então, quando eles começam a desaparecer algum dano ao ambiente pode estar acontecendo. Nas últimas décadas tem havido um declínio das populações de anfíbios ao redor do globo. Muitas espécies estão ameaçadas ou extintas.