28/02/2020 iGUi Ecologia 0Comment

Muitos devem estar se perguntando, por que fazer um berçário de corais na Jamaica? Pois bem, o motivo é porque só resta 1/6 da cobertura original de corais no mar do caribe, segundo a Global Coral Reef Monitoring Network. Na Jamaica, após alguns desastres naturais e antrópicos (causados pelo Homem) os corais tiveram uma redução de 85%. Muitos cientistas chegaram a dizer que a maioria dos corais seriam substituídos por algas marinhas. Porém, graças ao projeto de reflorestamento marinho desenvolvido pelo biólogo Andrew Ross, os corais estão se recuperando.

berçário de corais na jamaica

Ele trabalha na Seascape Caribbean (https://www.seascapecarib.com/) e o trabalho se baseia na coleta de pequenas quantidade de corais selvagens, transferindo-os até viveiros no qual podem crescer gerando novos corais. Nos berçários, o ambiente para crescimento dos corais é monitorado evitando o crescimento de algas, lesmas e vermes predadores. Os berçários são montados em locais próximos ao replantio pois os corais já crescerão adaptados as condições da região. Outro ponto importante é que a equipe utiliza espécies que eram comuns na região degradada, sendo que elas aumentam rapidamente de tamanho e se “partem” naturalmente como parte natural do seu desenvolvimento. Após 10 a 12 meses os corais são retirados do berçário e transportados em ambientes que foram degradados, tornando o local “saudável” novamente.