04/01/2021 iGUi Ecologia 0Comment

Outro dia recebemos no centro de reabilitação um cágado-amarelo (Acanthochelys radiolata) que foiconfundida com uma tartaruga marinha e colocada no mar. O animal passa bem e já foi devolvida ao seu ambiente natural!

Esse cágado é endêmico do Brasil e possui distribuição ampla no país. A espécie é de fácil encontro em sua área de distribuição, que ocorre nos biomas Cerrado e Mata Atlântica! Ela está associada a brejos, restingas e lagoas de baixada, bioma fortemente ameaçado principalmente pela expansão da área urbana.

Cágado-amarelo endêmico do Brasil

Infelizmente o homem é o seu principal destruidor do seu habitat, devido ao desmatamento e a poluição ambiental, pois agora esse animal ocorre em uma área muito povoada e industrializada, no qual sofre declínio contínuo de área e qualidade de hábitat.

Cágado-amarelo

A espécie é encontrada em águas de pouca correnteza e represas com fundo lodoso, podendo ficar enterrados. Não há informação sobre a longevidade da espécie e nem sobre a idade ou tamanho em que atinge a maturidade sexual. É um animal relativamente pequeno, pois quando adulto sua carapaça pode medir 20cm.

Alimentam-se preferencialmente no período noturno de peixes, anfíbios, insetos aquáticos e moluscos.

Neste quadro abaixo podemos compreender a diferença entre cágado, tartaruga e jabuti!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *