06/06/2022 iGUi Ecologia 0Comment

Hoje comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente e também é celebrada 50 anos da primeira Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente Humano (Conferência de Estocolmo de 1972), no qual teve a criação do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e designou o dia 5 de junho de cada ano como Dia Mundial do Meio Ambiente

O tema desse ano é “Uma Só Terra”! Ou seja, não há plano B e nem um outro planeta, por isso devemos viver de forma sustentável e em harmonia com a natureza, procurando estabelecer através de políticas públicas e de nossas escolhas, estilos de vida menos poluentes e mais verdes! O tema acima foi o primeiro a ser abordado em 1972 na Conferência e passados 50 anos continua muito atual.

No início do ano, o PNUMA publicou um relatório intitulado “Fazer as pazes com a natureza”. Nele são abordados sistemas sociais e econômicos que possam melhorar a nossa relação com o meio ambiente, mostrando o valor da natureza e sua inclusão no centro das decisões.

O objetivo desse relatório é traduzir o conhecimento científico para o nosso cotidiano, para que possamos acompanhar os avanços. Além disso, ele identifica as mudanças necessárias para cobrir as lacunas das ações atuais que não tem o alcance do desenvolvimento sustentável.

No Brasil, alguns dos maiores problemas que enfrentamos são os desmatamentos e queimadas irregulares. Essas duas problemáticas causam a diminuição dos nossos biomas, gerando um aumento dos gases do efeito estufa e por fim, contribuem para o aumento do aquecimento global…

“Todos têm um papel a desempenhar para garantir que o conhecimento, a engenhosidade, a tecnologia e a cooperação entre humanos sejam redistribuídos da transformação da natureza para a transformação do relacionamento da humanidade com a natureza. A governança policêntrica é fundamental para capacitar as pessoas a se expressarem e agirem com responsabilidade ambiental, sem dificuldades indevidas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *