18/04/2019 iGUi Ecologia 0Comment

Mosquitos vivem em todo o mundo. As fêmeas adultas sugam o sangue de mamíferos, aves e, em alguns casos, répteis, para obter nutrição e proteínas. Sem ingestão de sangue, eles não podem desenvolver óvulos. Eles não são encontrados na Islândia, embora sejam comuns em países vizinhos. Existem dois tipos de mosquitos na Groelândia, o país mais próximo da Islândia, o Aedes nigripes, que pode ser encontrado em todas as regiões costeiras e o Aedes Impiger, que se encontra no Noroeste da Groelândia. Na Noruega existem 28 espécies, incluindo o Aedes nigripes. Na Grã-Bretanha também existem 28 espécies, mas não todas iguais às da Noruega.

As larvas do mosquito vivem na água. Ali ficam próximos da superfície e se alimentam de microrganismos e material orgânico que retiram da água. Eles muitas vezes escolhem viver entre juncos ou perto de bancos onde a água permance na sombra. As pupas também estão submersas perto da superfície. Os mosquitos adultos só vivem durante o verão. As larvas também vivem apenas no verão. Seu ciclo de vida é curto e eles podem ter vários ciclos a cada ano. Nos países frios, os mosquitos hibernam na fase de pupa do seu ciclo de vida, mas a fase de pupa é curta no verão.

Existe uma teoria explicando o motivo da Islândia ser um país livre de mosquitos. Na Groenlândia e no norte da Escandinávia, a pupa hiberna sob o gelo durante o inverno, e choca como um mosquito assim que o gelo derrete. Isso acontece na primavera, pois os invernos polares são contínuos. Os invernos islandeses são variáveis. Pode haver um aumento repentino de temperatura no meio do inverno, com um degelo, então a temperatura cairá novamente. Sob essas condições, a pupa chocaria. O mosquito precisaria então encontrar presas para sugar sangue, então precisaria de vários dias para os ovos amadurecerem, para encontrar um parceiro e colocar os ovos em uma lagoa ou pântano. As mudanças no clima na Islândia são tão rápidas que o mosquito não tem tempo suficiente para completar seu ciclo de vida. Sob essas condições, a pupa não amadureceria quando as temperaturas caíssem novamente e o gelo se formasse nas lagoas.

Caso você precise de outro motivo para se preocupar com a mudança climática, os cientistas suspeitam que a Islândia não esteja livre de mosquitos para sempre. Um planeta em aquecimento significa que os insetos teriam uma chance melhor de se reproduzir sem que o tempo frio atrapalhasse.