28/12/2019 iGUi Ecologia 0Comment

Vinte e uma das maiores empresas do setor de videogames se comprometeram formalmente a aproveitar o poder de suas plataformas para atuar na crise climática. Juntos, eles lançaram a Aliança Playing For The Planet em 23 de setembro de 2019, na sede da ONU em Nova York, por ocasião da Cúpula de Ação Climática do Secretário-Geral da ONU. Catorze CEOs estavam presentes para cumprir os compromissos da empresa e no total, eles alcançarão mais de 970 milhões de jogadores de videogame, reduzirão as emissões em 30 milhões de toneladas de CO2 até 2030, plantarão milhões de árvores, promoverão a conservação de energia, aumentarão a conscientização do consumidor por meio de menus e design de jogos, reduzirão plásticos e tóxicos nas embalagens, melhorando a economia circular no gerenciamento de dispositivos plásticos e eletrônicos (lixo eletrônico), divulgando uma nova aliada em escala global na solução de problemas planetários.

De acordo com Phil Spencer, vice-presidente executivo de jogos da Microsoft, “As mudanças climáticas estão afetando todos os setores, e acreditamos que a tecnologia pode desempenhar um papel crítico ao facilitar e empoderar a resposta a esse desafio”.

De acordo com o site da ONU Meio ambiente, abaixo estão as empresas comprometidas e o que as mesmas vão realizar a favor do meio ambiente:

  • A Sony Interactive Entertainment revelará novos progressos e planeja utilizar tecnologia de eficiência energética (no caminho para efetivar o objetivo de evitar 29 milhões de toneladas de emissões de CO2 até 2030); introduzir o modo de suspensão de baixa energia para a próxima geração do PlayStation; avaliar e relatar sua pegada de carbono; e educar e inspirar a comunidade de gamers a agir sobre as mudanças climáticas;
  • A Microsoft irá anunciar a expansão de seu compromisso operacional já existente com a neutralidade de carbono, estabelecido em 2012, para seus dispositivos e jogos. Ela estabelecerá uma nova meta para reduzir as emissões da cadeia de suprimentos em 30% até 2030 – incluindo o fim da vida útil de dispositivos. Além disso, a Microsoft irá engajar gamers em esforços de sustentabilidade na vida real;
  • O Google Stadia, que deve ser lançado no final do ano, produzirá um novo Guia de Desenvolvimento de Jogos Sustentáveis, além de financiar pesquisas sobre como “incentivos verdes” podem ser efetivamente incorporados ao jogo;
  • O Wild Works (Animal Jam) integrará elementos de reflorestamento nos jogos e, como o Green Man Gaming, eles focarão em reflorestar algumas das florestas do mundo com grandes iniciativas de plantio de árvores;
  • A Ubisoft desenvolverá temas ecológicos em seus jogos e utilizará materiais de fábricas ecologicamente corretas;
  • Sports Interactive eliminará 20 toneladas de embalagens, mudando de plástico para uma alternativa reciclável para todos os futuros lançamentos do Football Manager.

Por mais incrível que parece, são pequenos gestos que provocam grandes mudanças! É só começar….