20/04/2020 iGUi Ecologia 0Comment

Um estudo realizado pela World Wildlife Fund for Nature é alarmante. Cada ser humano está ingerindo cerca de mais de 2000 partículas de plástico por semana. Esses plásticos são minúsculos e são conhecidos como micro plásticos (Microplástico, a poluição invisível). Podemos ingeri-los, segundo o estudo, pela água, comida e até pelo ar!

Infelizmente demoramos muito para acreditar, ou melhor, reconhecer que estamos no meio de uma pandemia de plástico. Pare e pense! Tudo ao nosso redor tem plástico. E isso ocorre desde a infância com fraudas Pampers à Playmobil e à PlayStation. Nossas idas ao mercado com muitas sacolinhas, além das garrafas pet de água e refrigerante. E desde então esse consumo de plástico só aumenta, sendo anos e anos de consumo e descarte incorreto, muitas vezes sendo descartados nos oceanos. Segundo especialistas, não existe um lugar na terra em que não tenha plástico descartado incorretamente. Lembro que até no Atol das Rocas, em 2004, encontrávamos em nossas caminhadas vários pedaços de plásticos vindo do mar.

Outro estudo publicado na revista Science Advances, desde 1950, os seres humanos criaram 6,3 trilhões de quilos de resíduos de plástico, sendo que 90% nunca sofreu um processo de reciclagem. Outra informação que o estudo mostra é a respeito dos 78 bilhões de quilos de materiais de embalagem de plástico produzidos em 2013, apenas 14% foram coletados para reciclagem e apenas 2% foram efetivamente reciclados para competir com o plástico virgem e com isso o plástico persiste e persistirá no planeta por anos…

Segundo o Plastic Atlas , o solo tem 23 vezes mais plástico do que os oceanos e existe micros plásticos em todos os lugares, pois são carregados pelos ventos! Está na chuva, na neve!

É um problema mundial, da antártica até o ártico, perturbando os sistemas naturais, pois o plástico se acumula em bilhões de toneladas em todos os ecossistemas terrestres e aquáticos do planeta.

Você faz a sua parte? É um consumidor consciente? Recicla seu lixo? Faz o descarte correto do seu lixo?
Pare, pense e reflita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *