14/05/2021 iGUi Ecologia 0Comment

O papel higiênico é utilizado todos os dias por nós. Mas o que não sabemos é o que é necessário para a sua produção e o que causa no ambiente natural.

O papel higiênico possui diferentes tipos de produção, a mais utilizada é a madeira como matéria-prima, da qual são extraídas fibras de celulose que, depois de diversos processos químicos, são convertidas e transformadas em papel. As folhas se formam de acordo com uma mistura de tipos de fibras, influenciando na maciez e na resistência.

Há em alguns papéis cores e estampas diferentes e isso é devido a utilização de produtos como corantes, tintas, alvejantes. Além disso, há uma grande utilização de energia e quantidade de água gastos, pois o material necessita de secagem e branqueamento com cloro.

Para a produção do papel higiênico com uma tonelada de celulose são produzidos cerca de 2.090 fardos de 64 rolos de papel higiênico (133.960 rolos de 70 gramas de peso). Ou seja, cada arvore produz, em média, 100 rolos. Portanto, para termos esse papel em casa, devemos pensar em todo seu processo de fabricação. E, infelizmente, o papel higiênico é responsável por 15% de todo o desmatamento, contribuindo também para o aquecimento global.

Essa extração da madeira é prejudicial ao meio ambiente portanto verifiquem e comprem a marca que possui selos de qualidade e que respeitem o meio ambiente!

Existem também outras matérias primas para a produção de papel higiênico, como a palha de cana-de-açúcar e o bambú. O papel feito de bambú, gasta 30% menos água do que o papel comum!

Neste vídeo abaixo podemos observar a produção de papel higiênico reciclável. Papel higiênico reciclável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *