10/06/2020 iGUi Ecologia 0Comment

Essa semana estamos comemorando a semana dos oceanos de 2020. Devido as medidas de distanciamento social recomendadas para conter o ritmo da pandemia do COVID-19, notamos que em várias partes do mundo os animais estão sendo mais visualizados no mar. Em Veneza, na Itália, foi possível visualizar os peixes, as águas-vivas e os golfinhos. Em Santos (SP) e na cidade do Rio de Janeiro é possível visualizar as tartarugas marinhas nadando e se alimentando tranquilamente nos costões rochosos.

Mas, de acordo com a fundação RACE FOR WATER, fundação suíça dedicada à preservação da água, 250 milhões de toneladas de plástico são produzidos por ano e 10% disso são descartados no mar.

RACE FOR WATER

Vamos tentar fazer uma comparação para melhor entendimento! Uma baleia jubarte (a baleia mais visualizada em nosso litoral) adulta mede aproximadamente 16 metros e pesa 40 toneladas. Pensando que essas baleias fossem plásticos, seriam aproximadamente 650.000 baleias por ano no mar!

Olhando neste sentido, conseguimos ter uma ideia da dimensão da quantidade de plástico, sem contar outros itens, que são despejados nos oceanos anualmente. E, esse número não está diminuindo, muito pelo contrário, aumenta a cada ano.

RACE FOR WATER

De acordo com a mesma instituição a fragilidade do atual modelo de reciclagem dificulta sua atividade. Atualmente, apenas 15 a 20% dos resíduos de plástico são coletados para reciclagem. Mais da metade desses materiais coletados não podem ser reciclados por motivos de saúde, segurança, qualidade e contaminação. Além disso, o custo proibitivo da reciclagem favorece o uso de plástico virgem, ou seja, aquele que não foi reciclado.

A instituição solicita, assim como nós, que as pessoas reduzam seu consumo e reciclem seus resíduos de plástico. Pense!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *