11/12/2017 iGUi Ecologia 0Comment

O desmatamento, ou desflorestação, ilegal no Brasil é um dos grandes problemas ecológicos que o país enfrenta na atualidade. Várias são suas causas e elas têm peso distinto nas diversas regiões, sendo as mais importantes a conversão das terras para a agricultura ou para a pecuária, a exploração madeireira ilegal, a grilagem de terras, a urbanização e a criação de infraestruturas como pontes, estradas e barragens desordenados e sem estudos de impactos ambientais. São inúmeros os prejuízos causados pelo desmatamento, aqui vamos destacar o impacto do desmatamento ilegal no ciclo da água.Área desmatada

Quando parte de uma floresta é removida, as árvores já não evaporam parte da água extraída do solo, resultando em um clima muito mais seco. O desmatamento reduz o teor de água no solo e de águas subterrâneas, bem como a umidade atmosférica. Outra consequência é a redução da coesão do solo, de modo que a erosão, inundações e deslizamentos de terra ocorram mais frequentemente. A redução da cobertura florestal reduz a capacidade da paisagem de reter a chuva. Em vez de prender a chuva, que depois se infiltra nos sistemas de águas subterrâneas, as áreas desmatadas se tornar fontes de escoamento superficial da água, que se move muito mais rápido. O transporte mais rápido das águas superficiais pode traduzir-se em inundações e cheias mais localizadas do que poderia ocorrer com a cobertura florestal.

O desmatamento não é um impacto ambiental isolado. Ele está intimamente ligado a outros danos ecossistêmicos, como a poluição, a invasão de espécies exóticas e o aquecimento global, reage com eles e essa integração os reforça mutuamente, gerando efeitos negativos maiores do que a simples soma de seus componentes, efeitos que são muitas vezes irreversíveis.

O desenvolvimento sustentável, que tem como meta o desenvolvimento econômico em parceria com políticas que visam à preservação do meio ambiente. Existem desmatamentos que são realizados com ajuda de profissionais habilitados e até mesmo satélites, no qual cada arvore ganha um numero e tem a sua localização geográfica georreferenciada. São realizados através de estudos e não somente por decisão aleatória.

Vamos dizer não ao desmatamento ilegal!

Desmatamento