18/04/2016 iGUi Ecologia 0Comment

Muitos termos em biologia são usados como sinônimos, e como já foi abordado em textos anteriores (diferença entre conservação e preservação; diferença entre poluição e contaminação) é importante entender e usar os termos corretos. Duas palavras que são facilmente usadas como sinônimos são: peçonha e veneno.

JararacaA peçonha é uma toxina produzida exclusivamente por animais e é capaz de alterar o metabolismo de um outro animal. Animais peçonhentos possuem estruturas (espinhos e dentes, por exemplo) que conseguem injetar o veneno dentro do corpo do outro animal. Esse veneno pode ser produzido tanto por plantas como por animais e também é capaz de alterar o metabolismo de outro ser, porém o animal portador do veneno não consegue injetá-lo, ou seja, o veneno só entra no corpo do outro animal através do sistema digestivo, respiratório ou pela pele.

Os animais peçonhentos mais conhecidos são as cobras. Talvez a mais conhecida no Brasil seja a cascavel, que possui um guizo que emite um sinal de ataque. No entanto, são as jararacas as responsáveis por cerca de 90% dos incidentes com cobras registrados no Brasil. Vale lembrar que nem todas as cobras são peçonhentas, como é o caso da jiboia, da sucuri e da anaconda.

Um bom exemplo de animal venenoso é o peixe baiacu, que possui toxinas em vários tecidos do corpo, como o fígado, brânquias e intestinos causando envenenamento quando ingerido.