30/11/2020 iGUi Ecologia 0Comment

Existe na natureza uma lagarta que é uma verdadeira arquiteta. Ela é conhecida como o bicho-do-cesto, pois constrói uma verdadeira casa nas costas.

Essa lagarta pertence à família Psychidae e para se transformar em uma mariposa ela tem que passar por uma metamorfose de 4 estágios, do ovo à larva (lagarta), da pupa (casulo) ao adulto. Quando o ovo eclode a lagarta começa a construir sua “casa nas costas”, como se fosse uma caixa protetora para que possa se esconder de predadores. A casa é feita com seda e itens encontrados no ambiente – areia, terra e material vegetal. Mas a lagarta vai crescendo e, consequentemente, a casa vai crescendo junto. A estrutura é tão perfeita que há uma abertura no qual a lagarta sai para se alimentar e outra abertura traseira onde a lagarta excreta seus resíduos.

Quando a lagarta chega a uma idade própria para se desenvolver, ela prende a sua casa em uma pedra ou árvore. Mas ela apresenta seu ciclo biológico diferente das demais borboletas e mariposas, pois o macho se transforma em mariposa e a fêmea não, ela permanece na forma de lagarta todo o ciclo e dentro do casulo. Essa lagarta é classificada como neotênica.

Portanto no período reprodutivo o macho vai atrás da fêmea, enquanto ela somente deposita os ovos e depois morre.

Cada espécie de bicho-do-cesto cria uma “casa” única, específico da espécie, podendo chegar até 1,2 cm de comprimento e 0,65cm de largura. Desta maneira, os cientistas conseguem saber a espécie da mariposa somente olhando o casulo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *