02/10/2020 iGUi Ecologia 0Comment

Quando falamos em usina nuclear, logo pensamos em radiação! Mas não fazemos ideia do papel fundamental que a água tem nessa usina.

O uranio, minério utilizado como combustível dos reatores, é encontrado em muitos pontos da crosta terrestre, sendo o mais importante a uraninita, no qual o maior depósito do mundo situa-se nas minas de Leopldville no Congo, na África.

A energia elétrica gerada por uma fonte nuclear é obtida a partir do calor da reação do urânio. Para gerar essa energia, ocorre a fissão nuclear, que é a quebra do núcleo do mineral, gerando muito calor, ou seja, uma energia térmica. Essa energia ferve a água que está em uma caldeira transformando-a em vapor, que movimenta a turbina dando a partida em um gerador elétrico que produz eletricidade.

A usina nuclear funciona em três fases, a primária, a secundária e a refrigeração. No sistema primário, a água é utilizada para resfriar o núcleo do reator nuclear. No sistema secundário, a água aquecida pelo sistema primário transforma-se em vapor de água, conforme descrito acima.

Na parte de refrigeração, o vapor de água produzido no sistema secundário é transformado em água através de um sistema de condensação, ou seja, resfriamento, transformando o vapor em água líquida. Esse sistema bombeia água do mar, água fria, através de circuitos de resfriamento que ficam dentro do condensador. Por isso as usinas são perto do mar!

No Brasil temos duas usinas nucleares localizadas em Angra dos Reis, Angra 1 e Angra 2, Angra 3 ainda está em construção. Essas duas usinas são responsáveis pela produção de 3% da energia consumida no país, a usina hidrelétrica de Itaipu gera 15%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *