07/09/2020 iGUi Ecologia 0Comment

A natureza é linda, onde os animais vivem tranquilamente e em harmonia! Essa frase é linda mas na natureza nem tudo é um mar de rosas. Os animais precisam ficar super atentos pois a qualquer momento podem virar comida, literalmente, de um outro animal!

Sabendo que isso pode acontecer alguns animais, no decorrer de milhares de ano, com a seleção natural, conseguiram driblar alguns predadores com características impressionantes.

Uma delas é a camuflagem! Ela permite que um animal permaneça “invisível” no ambiente. Um exemplo disso é o cavalo-marinho-pigmeu (Hippocampus bargibanti), pois ele apresenta as mesmas características externas, ou seja, mesmo aspeto que os corais onde se esconde. Ele conseguiu uma camuflagem tão boa que foi descoberto por uma casualidade.

De acordo com cientistas a camuflagem pode ser de dois tipos:

  • A homocromia, que é um mecanismo que permite o animal sobreviver imitando a coloração do ambiente em que está, como por exemplo do peixe linguado.
  • A Homotipia, quando o animal também possui estruturas que se assemelham ao ambiente em que está. São chamados de componentes de “decoração”, como o bicho-folha!

Repare na natureza ao seu redor, mesmo que você não consiga ver nada, tem bastante “gente” te olhando!!!