20/03/2020 iGUi Ecologia 0Comment

Descrevendo os animais da região dos lagos, no estado do Rio de Janeiro, sede da iGUi Ecologia, encontramos uma ave bem pequena (13,5 centímetros e pesando 20 gramas), mas com um canto bem forte e estalado, e que toda a tarde vem se alimentar perto de nós. Estamos falando do canário-da-terra-verdadeiro! Seu nome científico significa: do (grego) sikalis, sukallis ou sukalis = pequeno; (Latim) flaveola, flaveolus diminutivo de flavus = amarelo ou amarelinho. Canário-da-terra-verdadeiro

É uma espécie que se alimenta de sementes, possuindo um bico eficiente em esmagar e separar as sementes. Seus ninhos são cobertos em forma de cesta, podendo até utilizar ninhos abandonados de outros pássaros. A fêmea põe em média 4 ovos que são chocados por 14 ou 15 dias. Com 4 a 6 meses de idade, os filhotes machos já estão cantando! Seus maiores predadores são os gaviões, corujas e cobras.

Canários da terraPor ser uma ave muito admirada pelo canto forte é frequentemente aprisionada como ave de cativeiro, sendo uma das aves mais apreendidas no Brasil. E essa prática é considerada considerado crime federal inafiançável pela Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/98). Essa lei foi, para o Direito brasileiro, a primeira legislação que tratou especificamente de crimes contra o meio ambiente, sendo a primeira que criminalizou, de forma efetiva, as condutas nocivas ao meio ambiente.

As aves, em sua grande maioria, são animais que voam e não devem ser aprisionadas em gaiolas! Ouvir o canto delas na natureza é muito mais prazeroso do que de um animal engaiolado!

Experimente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *