16/09/2022 iGUi Ecologia 0Comment

Segundo a revista FAPESP, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo, o IG Nobel foi criado em 991, sendo considerado uma paródia bem-humorada do prêmio Nobel. O nome também é um trocadilho com a palavra em inglês ignoble (ignóbil, que causa repugnância, que ofende o sentido estético).

Anualmente a revista científica Annals of Improbable Research escolhe premiar estudos inusitados que “primeiro fazem as pessoas rirem, e depois as fazem pensar”!

Neste ano temos uma brasileira e seu orientador que ganharam o prêmio! A bióloga Solimary García Hernández e seu orientador de doutorado, o biólogo Glauco Machado, da USP!

Eles estudaram os escorpiões, que para escaparem dos predadores, arrancam a própria cauda! Lembra muito as lagartixas, pois o membro amputado fica se mexendo distraindo o predador enquanto o escorpião já está fugindo.

Mesmo sem a cauda o escorpião consegue sobreviver! A parte da pesquisa estudada se refere a locomoção do animal após a retirada da cauda.

O mais interessante é que para explicar de uma maneira mais lúdica a bióloga transformou sua pesquisa em história em quadrinhos!

Parabéns aos premiados!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *