15/02/2020 iGUi Ecologia 0Comment

Você já se perguntou como surgiu o primeiro equipamento de mergulho com cilindro? Como os golfinhos conseguem desviar de barreiras no mar? E, a Amazônia que ninguém conhecia….

Jacques-Yves Cousteau, mas conhecido como simplesmente Jacques Cousteau, foi um oficial da marinha francesa, documentarista, cineasta e oceanógrafo mundialmente conhecido por suas viagens de pesquisa, a bordo do Calypso. Mas não foi somente isso ele juntamente com Émile Gagnan, inventaram o equipamento de mergulho autônomo que substituiu os escafandros, o Aqua Lung (regulador de demanda e cilindro de ar comprimido), com isso foi possível admirar e, nos mostrar, a incrível vida marinha! Em 1943, Cousteau experimentou o primeiro protótipo do Aqua Lung fazendo com que ele ficasse mais tempo embaixo da água explorando a vida submarina, técnica que continua sendo utilizada hoje em dia para mergulho!

Jacques Cousteau Em 1950, um antigo caça-minas foi dado ao Cousteau, que o adaptou para construir o laboratório móvel de pesquisa de campo, o Calypso! Em 1953 ele previu que havia nos golfinhos um sistema de ecolocalização (sonar) depois de observar um grupo de phocoenidae (pequenos golfinhos) que estavam seguindo o Calypso pelo Estreito de Gibraltar. Ao avistar os golfinhos ele mudou a direção do barco em poucos graus, não sendo a melhor rota de passagem. Porém, os golfinhos acompanharam o Calypso por um curto período e depois foram avistados novamente no centro do canal, onde a passagem era a ideal. Jacques Cousteau

No Brasil, em pleno anos 80, Cousteau nos mostrou uma Amazônia que ninguém. Ficou um ano e meio mergulhado na biodiversidade aquática da região. Segundo ele, a Amazônia foi considerada uma das principais aventuras da sua vida.

Sem as descobertas de Costeau pouco saberíamos sobre a vida aquática!