26/05/2021 iGUi Ecologia 0Comment

O que você acha de se programar com a sua família e amigos para ver as baleias em seu ambiente natural? Ou na praia mesmo ou em um barco, esse programa é possível em diversas áreas do país! Atualmente está se iniciando a chegada das baleias jubartes no litoral brasileiro.

Mas antes vamos conhecer um pouco mais sobre esse animal!

A baleia Jubarte vive em todos os oceanos e realiza uma migração anual. Durante o verão ela vai em direção a águas polares para se alimentar e no inverno ela procura águas tropicais, sendo aqui no Brasil a região de Abrolhos/BA, para a reprodução e nascimento dos filhotes, sendo que a gestação dura cerca de 11 meses e o filhote quando nasce pode medir 4 metros e pesar 1,5 toneladas. Elas chegam em junho em Abrolhos, permanecendo até dezembro.

Uma baleia Jubarte adulta pode medir até 116 metros e pesar 40 toneladas, com a expectativa de vida de 60 anos. E, o macho para chamar a atenção das fêmeas, cantam para elas!

Mas, o mais interessante é que esses animais não se alimentam na área de reprodução, permanecendo meses sem se alimentar. O segredo é a alimentação a base de krill (Euphasia superba), um pequeno crustáceo que ocorre em abundância nos mares polares durante os meses de verão.

Segundo pesquisadores, cerca de 9 mil baleias Jubarte chegam ao litoral brasileiro, portanto se quiser ver baleia Jubarte saltando os meses são esses! Em Santa Catarina e em Ilhabela/SP já é possível a visualização desses animais. Em Ilhabela os animais até entram no canal de São Sebastião!

Porém, caso prefiram ver baleias mais de perto, é necessário obedecer a algumas regrinhas que estão na PORTARIA Nº 117, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1996 (Alterada pela Portaria n° 24, de 8 de fevereiro de 2002), publicada no Diário Oficial da União de 27 de dezembro de 1996, emendada pela Portaria n° 24/2002, assinada pelo então presidente do IBAMA, Sr. Hamilton Nobre Casara, e publicada no DOU 13 de fevereiro de 2002. Clique aqui.

Aprecie a natureza!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *