28/02/2019 iGUi Ecologia

Carla Sássi, médica veterinária, Bacharel em direito e vereadora em Conselheiro Lafaiete, MG. Responsável técnica pela Associação Lafaietense de Proteção aos Animais (ALPA). Quem vê a foto ao lado não imagina que essa incrível mulher faz de tudo para os animais e o seu bem-estar, as aparências enganam, e como! Carla esteve a frente dos resgates de animais em tragédias naturais e tragédias anunciadas como de Mariana e Brumadinho em Minas Gerais. Como ela mesmo diz em seu perfil nas redes sociais “Geralmente minha “Casca” não é assim, como nessa foto, ando com pêlos na roupa, cabelo desarrumado, botina suja,…

25/02/2019 iGUi Ecologia

O município de Brumadinho, a 65 km da capital mineira, Belo Horizonte, em Minas Gerais, com uma população de 36.748 (2013), começou o ano com uma tragédia já anunciada… em 25 de janeiro um dos maiores desastres com rejeitos de mineração no Brasil aconteceu. A barragem de rejeitos classificada como de “baixo risco” e “alto potencial de danos”, era controlada pela Vale S.A. e estava localizada na região de Córrego do Feijão, em Brumadinho. Com mais de 150 mortos e 200 desaparecidos, coloca o Brasil em destaque na lista de tragédias do gênero, por ser o país com o maior…

22/02/2019 iGUi Ecologia

A iGUi Ecologia disponibiliza 5 bolsas de iniciação científicas para alunos de graduação. E uma dessas bolsas está relacionado com esse tema. A pesquisa é desenvolvida pela aluna de graduação Luana Aimi da Universidade Federal de Santa Catarina. A biorremediação é uma alternativa para a descontaminação e recuperação de um ambiente, propondo para isso o cultivo de organismos resistentes em locais poluídos buscando a remoção completa ou parcial dos contaminantes. Sendo assim, a ficorremediação encaixa-se bem nesse conceito. O uso de algas nesses ambientes tem apresentado resultados promissores para o tratamento desses locais. E é que esse projeto traz! O…

15/02/2019 iGUi Ecologia

A cada dois anos a FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations – Organização das Nações Unidas para Agricultura e alimentação) apresenta a estatística oficial da pesca e agricultura no mundo todo. SOFIA que é a sigla em inglês de The State of World Fisheries and Aquaculture e pode ser traduzido livremente como “O Estado da Pesca e Aquicultura Mundiais” é a principal publicação da FAO e fornece para a sociedade civil, os tomadores de decisão e todos os envolvidos no setor pesqueiro uma visão objetiva e global da captura pesqueira e da aquicultura, incluindo as questões políticas…

13/02/2019 iGUi Ecologia

Já falamos em diversos textos sobre os efeitos do aquecimento global no meio ambiente: https://www.iguiecologia.com/as-mudancas-climaticas-e-os-oceanos/ https://www.iguiecologia.com/como-as-mudancas-climaticas-afetam-pesca/ https://www.iguiecologia.com/acidificacao-dos-oceanos-2/ https://www.iguiecologia.com/entrevista-como-pesquisador-dr-guilherme-longo/ Mas afinal o que é aquecimento global? Aquecimento global é o processo de aumento da temperatura média dos oceanos e da atmosfera. Parece simples, mas não é. O aquecimento global é um assunto muito complexo. Alguns cientistas discordam sobre o que causou o aumento das temperaturas que ocorreram durante o final do século XX. Alguns afirmam que as causas do aquecimento global são as flutuações naturais de temperatura do planeta: os gases do efeito estufa, como o dióxido de carbono (ou gás…

05/02/2019 iGUi Ecologia

  A maior ilha fluvial do planeta está localizada no Brasil, mais especificamente na região oeste do Tocantins, na divisa com os estados de Goiás e Mato Grosso, abrangendo os municípios de Lagoa da Confusão, Pium, Formoso do Araguaia, Caseara e Marianápolis do Tocantins. A ilha do Bananal tem 270 km de comprimento e 80 km de largura com uma área de aproximadamente 25.000 km² e é banhada pelos rios Araguaia e Javaé. Descoberta em 26 de julho de 1773 pelo sertanista José Pinto Fonseca, a ilha recebe inicialmente o nome de “Ilha Sant’Ana”. Posteriormente, passa a se chamar apenas…

01/02/2019 iGUi Ecologia

Individualmente podemos contribuir para a sustentabilidade com atitudes simples como: Separar o lixo, Economizar água, Plantar árvores. Mas algumas ações devem vir do poder público como por exemplo: transporte público eficiente, coleta seletiva, saneamento básico e tratamento de esgoto, etc. Devemos reinvindicar e atuar ativamente para que se alcance a sustentabilidade urbana e as próximas gerações possam usufruir de um meio ambiente de qualidade, mesmo nas cidades. Verifique, junto com o poder público da sua cidade, quais as mudanças que podem ser realizadas!

30/01/2019 iGUi Ecologia

Estamos no verão e as altas temperaturas típicas dessa estação estão fazendo muita gente sofrer com o calor. Se você não pôde ir para a praia ou para o campo saiba que você está sofrendo ainda mais com o calor devido a um fenômeno conhecido como “ilhas de calor”. Uma ilha de calor urbana é uma área urbana ou área metropolitana que é significativamente mais quente do que as áreas rurais vizinhas devido às atividades humanas. O calor e a luz do sol alcançam a cidade e a área rural da mesma maneira. A diferença de temperatura entre estas áreas…

28/01/2019 iGUi Ecologia

Um dos grandes problemas ambientais atualmente é a quantidade de lixo produzido. Dados divulgados pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) apontam que a quantidade de lixo cresce a uma taxa cinco vezes maior do que a taxa de crescimento da população. Só em 2015 foram geradas 79,9 milhões de toneladas de lixo em todo país. Junto com isso a destinação incorreta do lixo agrava ainda mais esse problema. Mesmo que uma parte do lixo seja reciclada resta uma grande parte de lixo que deve ser descartado em algum lugar. E a partir disso, começa…

22/01/2019 iGUi Ecologia

A preocupação com a poluição tem crescido nos últimos anos, principalmente a poluição causada pelo descarte de objetos de plástico. Além do descarte inadequado e da grande durabilidade desse material existem inúmeros produtos plásticos feitos para um único uso, como por exemplo canudos, sacolas e garrafas de água. Levando em consideração que o tempo que utilizamos o produto é infinitamente menor do que o tempo em que este permanece na natureza. Deste modo, pensando em diminuir a quantidade de plástico cientistas do Chile desenvolveram uma sacola plástica que é solúvel na água. Roberto Astete e Cristian Olivares, dois pesquisadores do…