18/05/2020 iGUi Ecologia

Atualmente, muitos estão discutindo sobre a medida provisória 910/2019, que altera a Lei nº 11.952, de 25 de junho de 2009, que dispõe sobre a regularização fundiária das ocupações incidentes em terras situadas em áreas da União, a Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, que institui normas para licitações e contratos da administração pública, e a Lei nº 6.015, de 31 de dezembro de 1973, que dispõe sobre os registros públicos. Deu para entender tudo? Muitas palavras difíceis em um único parágrafo!! Portanto vamos aos significados dos termos: Regularização fundiária: é o conjunto de medidas jurídicas, urbanísticas,…

15/05/2020 iGUi Ecologia

Quem poderia imaginar que um animal bem pequeno, como as abelhas, poderia ser fundamental para a maior e mais pesada ave de rapina do mundo, com envergadura de 2,5 metros, pesando até 12 quilos! E são! Uma história interessante que aconteceu em um cativeiro localizado em Belo Horizonte, no qual recebeu de volta uma harpia (harpia harpyja), proveniente de um criadouro da Alemanha, que foi diagnosticada com problemas respiratórios. Porém depois de um mês após o seu retorno o padrão respiratório melhorou muito, mas o que chamou a atenção foi a presença de abelhas no orifício respiratório. Observou-se que os…

12/05/2020 iGUi Ecologia

O cachorro de água, cão de água português, cão d’água português ou cão d’água Algarvio é uma raça de cães criada originária do Algarve, em Portugal. Essa raça de cães tem uma ancestralidade antiga. A primeira descrição escrita do cão de água português é datada de 1297, em um relato de um monge sobre um marinheiro que estava a deriva no mar e foi trazido para a praia por um cão, cuja características “pelagem preta de pelo áspero, cortado na primeira costela e com um topete na ponta do rabo” é bem semelhante a raça. Essa raça de cão tem…

08/05/2020 iGUi Ecologia

Você deve estar se perguntando o que são as equidnas… A Equidna-de-focinho-curto (Tachyglossus aculeatus) é um mamífero nativo da Austrália e Nova Guiné, distinguindo-se dos outros mamíferos nestes países por causa do seu corpo coberto por espinhos e seu focinho alongado. Em 2008, a IUCN a listou como uma espécie de menor preocupação. Elas ocorrem em áreas protegidas e parecem não ter grandes ameaças, a não ser o homem! Confesso que para escrever sobre esse animal não foi fácil, pois não há muita descrição em literatura. Conseguimos um artigo científico bastante interessante que pode valer a pena uma leitura mais…

04/05/2020 iGUi Ecologia

A convivência com os insetos tem destaque desde os tempos mais remotos da civilização humana, como por exemplo na cultura do Antigo Egito. Para eles o escaravelho-sagrado, um besouro, era para os egípcios a representação do deus Khepri, sendo representado em joias, estatuas e escritas hieroglíficas. Aqui no Brasil, existem tribos indígenas que utilizam os insetos em seus rituais de passagem. A tribo dos Maués confecciona uma luva de palha trançada com formigas vivas, que possuem a picada mais dolorosa conhecida pelo homem. No ritual dessa tribo cada índio tem que usar essa luva por um tempo demonstrando ser capaz…

27/04/2020 iGUi Ecologia

A legislação é composta por uma série de leis que regulariza determinada matéria ou ciência, que tem como objetivo organizar a vida de um país, estipulando uma ordem jurídica, com condutas e ações aceitáveis ou recusáveis que as pessoas (tanto física quanto jurídica) devem cumprir e as punições para quem não o seguir. A legislação ambiental brasileira é considerada um exemplo mundial, sendo uma das mais completas e atuais do mundo. Além disso, ela fornece ferramentas para uma gestão correta para os mais diversos setores. Vamos verificar algumas leis ambientais importantes: Lei da Política Nacional do Meio Ambiente – Número…

26/04/2020 iGUi Ecologia

Os primatas não são os únicos que conseguem fazer cálculos, segundo pesquisadores algumas aves também conseguem, como por exemplo o papagaio-da-Nova-Zelândia, da espécie Nestor notabilis, que são animais considerados vulneráveis em seu status de conservação. Medem 48 cm de comprimento, alimentando-se de brotos, folhas, néctar das flores, insetos e larvas e carcaça de animais mortos. Uma curiosidade, ele é o único papagaio do mundo que pode viver na neve, quando o inverno não é muito rigoroso. Eles são tão curiosos sobre o ambiente, que exploram qualquer item novo que se aproxime, sendo conhecidos por retirar peças de carros em estacionamentos…

20/04/2020 iGUi Ecologia

Um estudo realizado pela World Wildlife Fund for Nature é alarmante. Cada ser humano está ingerindo cerca de mais de 2000 partículas de plástico por semana. Esses plásticos são minúsculos e são conhecidos como micro plásticos (Microplástico, a poluição invisível). Podemos ingeri-los, segundo o estudo, pela água, comida e até pelo ar! Infelizmente demoramos muito para acreditar, ou melhor, reconhecer que estamos no meio de uma pandemia de plástico. Pare e pense! Tudo ao nosso redor tem plástico. E isso ocorre desde a infância com fraudas Pampers à Playmobil e à PlayStation. Nossas idas ao mercado com muitas sacolinhas, além…

17/04/2020 iGUi Ecologia

A utilização de pesticidas prejudica o meio ambiente e isso já está mais do que comprovado. Posso dizer, pois o meu doutorado foi com pesticidas em Pinguim-de-Magalhães. Mas como os pesticidas conseguem afetar essas aves? A resposta é: esses compostos tem seu destino final o mar, afetando também os animais marinhos (Agrotóxicos e o Meio Ambiente). Deste modo, muitos agricultores resolveram adotar métodos antigos para combaterem as pragas, sendo um desses métodos plantar flores que evitam de maneira natural que as pragas destruam as plantações. Outras questão que causa preocupação são os prejuízos que os pesticidas nocivos causam para as…

14/04/2020 iGUi Ecologia

Você já imaginou encontrar na sua fazenda um fóssil de tatú do tamanho de um fusca? Pois foi isso que aconteceu na Argentina. O fazendeiro Juan de Dios Sota estava levando suas vacas para pastar quando avistou no leito de um rio os fósseis. Quando os arqueólogos chegaram ao local perceberam que não eram dois fósseis e sim quatro, todos indo na mesma direção, como se estivesse caminhando em direção a algo. Para os pesquisadores é um fato inédito pois eram indivíduos solitários. Segundo o arqueólogo Pablo Messineo, acredita-se que sejam dois animais adultos e dois animais jovens, porém para…