11/04/2016 iGUi Ecologia

Desde quando desembarcamos no Atol das Rocas percebemos que quem dá as ordens por aqui é a natureza! Não temos alternativa senão nos submeter às variações do mar e dos ventos, às fases da lua, às grandes ondas e às calmarias. Uma rotina rígida e inegociável à qual se contrapõe uma beleza extraordinária. É nesse cenário de contrastes que o trabalho de microchipagem de quelônios marinhos é realizado pelos pesquisadores que escolheram se dedicar ao Atol das Rocas. Este diário de bordo convida a todos para um rápido embarque na nossa rotina de trabalho; em poucas linhas, o leitor terá…

04/04/2016 iGUi Ecologia

Em meados de dezembro, a Câmara e o Senado americano votaram quase por unanimidade, para aprovar a Lei Microbead-Free Waters de 2015 (HR 1321), eliminação progressiva da produção e venda de microesferas plásticas em cosméticos com início em 2017. O projeto de lei foi assinado pelo presidente Barack Obama. Microesferas são pequenas bolas de plástico, muitas vezes usadas como esfoliantes em tudo, desde sabão e esfoliante facial como de creme dental. Quando nós lavamos, eles vão para o ralo e fluem para o oceano, lagos e rios, onde eles podem absorver outros poluentes como os organoclorados (DDT e PCBs). Peixes…

04/04/2016 iGUi Ecologia

Troca de equipe. Nesta fase final da expedição, a última dupla chegou ao Atol para fazer o monitoramento das tartarugas marinhas. Lorena Galletti e Mariana Burato já estão realizando a microchipagem a todo vapor. A Lorena é oceanógrafa formada pela Universidade Federal do Espírito Santo (2007) e mestre em Ciências Marinhas Tropicais pela Universidade Federal do Ceará (2010). Ela desenvolveu pesquisas com foco na interação entre organismos marinhos e parâmetros ambientais, bem como manejo e conservação de recursos pesqueiros marinhos. Realiza serviços de licenciamento e monitoramento ambiental marinho de plataformas de petróleo, com destaque para o Projeto de Monitoramento de…

29/03/2016 iGUi Ecologia

Foi preciso atravessar meio mundo para o vírus zika deixar o anonimato. Por quase 60 anos o vírus circulou pela África e pela Ásia praticamente sem ser notado. Ao aportar no Brasil, porém, encontrou condições favoráveis para se espalhar rapidamente e atraiu a atenção internacional ao se tornar o principal suspeito do aumento nos casos de microcefalia, um tipo de má-formação congênita da qual pouco se ouvia falar no país. Microcefalia é um termo de origem grega usado pelos médicos para designar uma condição em que as crianças nascem com a cabeça pequena demais para o tempo de gestação. A…

29/03/2016 iGUi Ecologia

Um dos grandes problemas enfrentados para garantir a sustentabilidade dos recursos marinhos para as futuras gerações é o bycatch. Bycatch é um termo em inglês usado para definir as espécies que são capturadas nas pescarias, mas que não são alvo das mesmas. Em português, o termo usado é captura acidental ou incidental. Essa captura acontece por que os petrechos (equipamentos de pesca, ex.: rede, linha, rede de arrasto) usados para capturar os peixes e invertebrados não são seletivos. Por exemplo, quando o pescador realiza o arrasto para capturar camarão é difícil evitar que outras espécies sejam capturadas, por que esse…

27/03/2016 iGUi Ecologia

Filhotes de Tartarugas marinhas. Como comentamos no diário anterior, após 45 – 60 dias de incubação, finalmente os filhotes eclodem do ovo, e após um período de 3 a 4 dias todos juntos, numa única missão, começam a procurar a saída do ninho. Assim, com toda movimentação conjunta dos filhotes, a areia vai descendo e os filhotes conseguem emergir à superfície da praia. Os filhotes saem do ninho ao anoitecer e se orientam pela luz da lua ou do horizonte e seguem rumo ao mar. Eles possuem ainda o vitelo, o que permitem ficar alguns dias sem se alimentarem.  Mas,…

22/03/2016 iGUi Ecologia

O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992, através da resolução A/RES/47/193 de 21 de fevereiro de 1993. O dia 22 de março, de cada ano, é destinado a discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural. Mas porque a ONU se preocupou com a água se sabemos que dois terços do planeta Terra é formado por este precioso líquido? A razão é que pouca quantidade do total da água do nosso planeta é potável (própria para o consumo), a grande maioria destaca-se para a…

22/03/2016 iGUi Ecologia

Neste mês de março nossa entrevista será totalmente voltada a água! Ao entrarmos na piscina, seja para fazer exercício físico ou para diversão gastamos energia, fazemos esforços. E com isso o corpo perde água. Você sabia que 71% do nosso corpo é constituído de água? A água é o maior componente do corpo humano e possui papel importantíssimo na regulação da temperatura corporal, umidifica os tecidos da boca, olhos e nariz, ajuda a prevenir a prisão de ventre, reduz a sobrecarga dos rins e do fígado através de eliminação de resíduos entre outros benefícios… Durante a prática de exercícios ou…

20/03/2016 iGUi Ecologia

Aproveitando o clima da páscoa, falaremos no nosso sétimo diário de bordo, um pouco sobre os ninhos e ovos das tartarugas-verdes (Chelonia mydas) aqui do Atol das Rocas. Como já dissemos em outro diário de bordo, ao sair do mar para encontrar um local para nidificar, a tartaruga deixa um rastro bem parecido com o de um pneu de um trator, o que nos direciona ao seu encontro, onde podemos acompanhar um momento incrível, que é sua desova. Após a tartaruga encontrar um local que julga adequado para a desova, ela inicia um movimento com as nadadeiras anteriores para formar…

15/03/2016 iGUi Ecologia

Você sabe a diferença entre conservação e preservação? Essas duas palavras que muitas vezes são utilizadas como sinônimos, na verdade são bem diferentes e formam duas correntes ideológicas amplamente discutidas na área ambiental. Cada uma representa relacionamentos distintos do homem com a natureza. Conservação significa proteção dos recursos naturais com utilização racional, garantindo a sustentabilidade dos mesmos. Preservação quer dizer proteção integral, ou seja o recurso permanece intacto e sem interferência da ação humana. Na segunda metade do século XIX, o crescimento econômico resultante da Revolução Industrial acelerou a destruição do meio ambiente: poluição do ar, do solo e das…